Topo

Esporte


Promessa do esqui italiano morre de "causas naturais" na Alemanha

Divulgação/Sporten
Simona Senoner era uma das integrantes da seleção italiana de esqui na Continental Cup Imagem: Divulgação/Sporten

Do UOL Esporte

Em São Paulo

08/01/2011 00h09

Uma das jovens promessas do esqui, a italiana Simona Senoner, de 17 anos, morreu na cidade de Freiburg, Alemanha, nesta sexta-feira, após passar mal no hotel onde estava hospedada para a disputa da Continental Cup por causas naturais de acordo com o primeiro boletim médico. Uma autópsia vai examinar a causa exata da morte da ex-atleta.

De acordo com o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, Simona Senoner passou mal durante a manhã enquanto estava no hotel e foi levada imediatamente a um hospital em Freiburg, onde já chegou em coma. Em seguida a morte foi confirmada pelos médicos.

A italiana nascida em 1993 tinha resultados promissores em seu início nas competições no esqui, tendo alcançado um décimo lugar no Mundial Juvenil de 2008. Os atletas que competem na Continental Cup farão homenagem na sequência da competição utilizando uma tarja preta no braço.

“Simona é uma garota generosa, simpática e pronta para ajudar a quem precisar. Uma garota que ama a todos, sorri e é cheia de energia. Uma garota que tinha um grande senso de sacrifício e paixão por nosso esporte. Falamos no verbo presente porque ela está sempre aqui conosco em nossos corações. Agora que você virou um anjo, voe. Com todo o nosso amor, suas irmãs no esqui de salto: Lisa Demetz, Roberta D'Agostina, Veronica Gianmoena, Evelyn Insam, Elena Runggaldier e Barbara Stuffer”, homenagearam as companheiras de Simona Senoner na seleção italiana de esqui.

Mais Esporte