UOL Esporte Fórmula 1
 

GP da Malásia

AP Photo/Mark Baker

Sebastian Vettel e Mark Webber andam na frente no GP da Malásia

04/04/2010 - 06h37

Vettel vence na Malásia e Massa assume a liderança do campeonato

Do UOL Esporte
Em São Paulo

RED BULL ESPANTA O AZAR

  • Vettel dá pulos de alegria após a vitória no GP da Malásia; dobradinha da equipe foi uma resposta às suspeitas levantadas sobre confiabilidade do carro

  • AP/Lee Jin-man

    Corrida também foi especial para Felipe Massa, que chegou em sétimo após ter largado em 21º

O alemão Sebastian Vettel finalmente conseguiu vencer uma corrida nesta temporada, após ter problemas nas duas vezes em que largou na pole nas provas anteriores. No GP da Malásia, o piloto saiu em terceiro, mas passou o companheiro Mark Webber já na largada e assegurou a primeira dobradinha da Red Bull no ano.

O brasileiro Felipe Massa também teve o que comemorar. Ele chegou em sétimo e, pela segunda vez em três corridas, superou o companheiro Fernando Alonso. Para melhorar, assumiu a liderança do campeonato depois que o espanhol estourou o motor, de tanto forçar a ultrapassagem em cima de Jenson Button na última volta.

Massa deixou Alonso para trás logo na largada e, com a quebra do companheiro, chegou aos 39 pontos, com dois de vantagem. Após chegar em quarto no Bahrein e abandonar na Austrália, Vettel somou 37 pontos, empatou com Alonso e embolou o campeonato. O alemão deixou Button para trás, mas o inglês segue na cola, com 35 pontos, empatado com Nico Rosberg, terceiro colocado na Malásia.

“Foi uma ótima corrida, pelo que aconteceu ontem, conseguimos fazer um ótimo trabalho. Conseguimos marcar alguns pontinhos, e depois de uma largada praticamente em último, foi um excelente resultado. É ótimo saber que você está em primeiro lugar no campeonato, mas ainda tem 16 corridas pela frente e nada muda no momento”, declarou à TV Globo Felipe Massa, que largou na 21ª posição.

A prometida chuva em Sepang não chegou durante a corrida, e os motores dos carros da Ferrari e da McLaren falaram mais alto. Massa, Hamilton e Button conseguiram sair das últimas posições após o erro de estratégia no treino, e todos pontuaram na terceira prova do ano.

A corrida não foi boa para Rubens Barrichello, que ficou na largada e acabou na 12ª colocação. O piloto da Williams perdeu a chance de igualar o número de pontos somados por Ayrton Senna.

Pelo menos, todos os brasileiros completaram uma corrida, fato inédito nesta temporada. Bruno Senna e Lucas di Grassi, a corrida na Malásia foi um marco. Os dois conseguiram, finalmente, completar uma prova. Com a Virgin, Di Grassi conseguiu a 14ª posição. Já a Hispania de Senna chegou em penúltimo, atrás do carro idêntico de Karun Chandhok, mas chegou.

A corrida

Na largada com pista seca, Vettel já assumiu a ponta, saindo da terceira posição e ultrapassando Webber. Sem maiores incidentes, quem se deu mal foi Barrichello, que teve o mesmo problema que lhe atrapalhou com a Brawn GP no ano passado. O brasileiro da Williams estacionou na largada e caiu para 17º lugar.

LÍDER, FELIPE MASSA NÃO SE ILUDE

  • REUTERS/Vivek Prakash

    "Satisfeito, feliz da vida, não estou. É positivo pela posição que a gente largou, mas não é positivo pelo o que aconteceu ontem”, declarou o brasileiro.

"Aproveitei a chance que tive na primeira curva e foi isso que tentei fazer. Webber tentou na segunda para a terceira curva, mas estava um pouco escorregadio. Os dois tiveram respeito para que não acontecesse nada", explicou Vettel.

Felipe Massa também largou bem e, após a primeira volta, saiu de 21º para 14º, sendo acompanhado pelo seu companheiro Alonso logo atrás. Hamilton também começou com tudo e foi para 12º após o primeiro giro, atacando tudo e todos.

Na quarta volta, o alemão Timo Glock, que deu à Virgin o melhor desempenho na classificação até agora, jogou tudo fora ao escapar na curva 9. Enquanto isso, Buemi atrapalhava o progresso de Felipe Massa na luta pela 13ª posição.

Hamilton, por sua vez, teve trabalho para passar a Renault de Petrov, mas conseguiu “apelando” ao fechar o russo para evitar o X. A manobra fez com que o inglês tomasse uma bandeira de advertência.

Lá atrás, Button passou facilmente por Alonso, mas logo depois parou nos boxes para colocar pneus duros. E Massa seguia atrás de Buemi. Enquanto isso, Michael Schumacher amargava nova decepção e saía da prova com problemas no motor.

Na 14ª volta, Hulkenberg e Petrov imitaram Button e colocaram pneus duros para se antecipar a uma possível chuva. Massa e Alonso, que já largaram com esses compostos, ganharam posições, passaram Buemi e entrara na zona de pontos.

Na 24ª volta, Vettel parou para trocar pneus, mas o vice-líder Webber entrou em seguida, e o alemão voltou facilmente para a liderança. Três giros depois, foi a vez de Massa. Alonso ficou mais 10 voltas na pista. Após as paradas, o brasileiro ficou em oitavo com o espanhol logo atrás.

Massa começou uma perseguição intensiva a Button, já que a ultrapassagem valeria a liderança do campeonato. O brasileiro conseguiu na 44ª volta, e depois foi a vez de Alonso atacar. Mas o inglês fechou a porta para o espanhol e ficou na oitava colocação, fazendo com que o brasileiro chegasse à liderança do campeonato.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host