UOL Esporte Fórmula 1
 

GP da Itália 2011

Luca Bruno/AP

Vettel ganhou pela oitava vez neste ano e segue rumo ao bicampeonato mundial

11/09/2011 - 10h24

Vettel quebra estigma e vence em Monza; Bruno Senna soma primeiros pontos

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Sebastian Vettel quebrou o estigma de que a Red Bull não anda bem em Monza. Neste domingo, o alemão venceu o GP da Itália sem muitas dificuldades. Para os fanáticos torcedores da Ferrari, houve ao menos um consolo: Fernando Alonso subiu ao pódio, em terceiro. A corrida foi especial para Bruno Senna: nono colocado, ele somou seus primeiros pontos na categoria.

CLASSIFICAÇÃO FINAL - GP DA ITÁLIA

PILOTO TEMPO
1. S. Vettel (ALE/Red Bull) 1h20m46s172
2. J. Button (ING/McLaren) a 9s590
3. F. Alonso (ESP/Ferrari) a 16s909
4. L. Hamilton (ING/McLaren) a 17s471
5. M. Schumacher (ALE/Mercedes) a 32s677
6. F. Massa (BRA/Ferrari) a 42s993
7. J. Alguersuari (ESP/Toro Rosso) a 1 volta
8. P. di Resta (ESC/Force India) a 1 volta
9. B. Senna (BRA/Renault) a 1 volta
10. S. Buemi (SUI/Toro Rosso) a 1 volta
12. R. Barrichello (BRA/Williams) a 1 volta

Em sua segunda corrida como piloto titular da Renault, Bruno Senna tomou um susto logo no início. Ele escapou de um acidente, mas perdeu várias posições. O brasileiro tomou uma decisão que logo mais se mostrou acertada: ao parar mais cedo nos boxes e trocar os pneus médios pelos macios, ele teve bom rendimento na parte final da prova.

O GP da Itália foi o primeiro desta temporada no qual a Red Bull não viu um de seus dois carros completarem a prova. Mark Webber abandonou no começo da corrida, após ficar sem o bico de seu carro em um toque com Felipe Massa. O brasileiro terminou na sexta posição.

Alonso aproveitou o abandono do australiano para assumir a segunda colocação no Mundial de pilotos. Para assegurar o terceiro lugar, o espanhol resistiu às investidas de Hamilton no fim da prova. Jenson Button, da McLaren, foi o segundo colocado em Monza.

Vettel conquistou sua oitava vitória em 13 corridas disputadas neste ano e segue a passos largos rumo ao bicampeonato. O piloto alemão abriu uma vantagem de 112 pontos para Alonso e pode até mesmo ser campeão na próxima corrida, em Cingapura.

A corrida

Para delírio dos torcedores da Ferrari, que suportaram o calor e a temperatura na casa dos 30ºC, Alonso teve uma excelente largada. Quarto colocado no grid, ele pressionou Hamilton e Vettel e, por dentro, assumiu a liderança. Massa também largou bem e ganhou uma posição, correndo em quinto. No entanto, logo na primeira curva houve confusão.

Vitantonio Liuzzi perdeu o controle de sua Hispania, deslizou pela grama e seu carro acertou em cheio a Renault de Vitaly Petrov. Nico Rosberg (Mercedes) e Rubens Barrichello (Williams) também se envolveram no acidente, mas o alemão teve pior sorte e abandonou. O brasileiro foi para os boxes. O safety car entrou na pista.

Bruno Senna escapou, mas como teve que desviar dos vários carros envolvidos na batida, perdeu várias posições. O brasileiro, que largou com pneus médios, mudou sua estratégia de corrida e fez uma parada nos boxes, colocando pneus macios.

Na quinta volta, Massa rodou ao disputar a quinta posição com Webber. Houve um toque entre os dois carros, e o australiano teve a parte dianteira de sua Red Bull danificada. Ele não conseguiu levar o carro aos boxes, pois escapou da pista, bateu e abandonou.

Vettel deu o troco em Alonso em manobra ousada. O atual líder do Mundial fez uma bela ultrapassagem e logo abriu vantagem. Enquanto isso, a briga pelo terceiro lugar era intensa. Schumacher e Hamilton travaram um belo duelo; na 12ª volta, o inglês chegou a ultrapassar, mas o alemão não demorou para retomar sua posição. Quem se aproveitou foi Jenson Button. Aos poucos, ele se aproximou da disputa e ultrapassou os dois.

Após a primeira parada nos boxes do pelotão de frente, Hamilton enfim conseguiu ultrapassar Schumacher na 27ª volta, assumindo o quarto lugar. Na segunda troca, quando foram colocados pneus médios, Alonso perdeu rendimento e foi ultrapassado por Button.

Nas últimas voltas, com Vettel tranquilo na ponta, o destaque ficou com Bruno Senna. Depois de uma boa disputa com Sébastien Buemi, o brasileiro ultrapassou a Toro Rosso do suíço e conquistou a nona posição.

A próxima etapa da temporada será o GP de Cingapura, no dia 25 deste mês.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host