UOL Esporte Fórmula 1
 
31/05/2010 - 07h00

Disputas internas nas equipes marcam o GP da Turquia; veja as frases

Do UOL Esporte
Em São Paulo
A Red Bull tinha a vitória nas mãos no GP da Turquia até a 40ª volta, quando o líder Mark Webber e o segundo colocado Sebastian Vettel se tocaram em uma tentativa de ultrapassagem e causaram um acidente. Quem se deu bem foi Lewis Hamilton, que deixou ambos para trás e comandou a segunda dobradinha da McLaren na temporada.

Depois da batida entre os dois carros da Red Bull, Lewis Hamilton e Jenson Button protagonizaram uma disputa mais limpa pela liderança, mas quase repetiram a lambança feita por Webber e Vettel. Foi na 49ª volta, quando Button atacou o parceiro e conseguiu a ultrapassagem. Mas Hamilton entrou no vácuo e recuperou o primeiro posto.

Enquanto as disputas internas esquentavam na McLaren e na Red Bull, os pilotos da Ferrari não tiveram muito em jogo. Felipe Massa largou em oitavo e chegou em sétimo. Já Fernando Alonso chegou em oitavo após largar em 12º. Confira os comentários sobre a corrida:

AFP

Fui por dentro, estava à frente e me focando no ponto de freada, e vocês podem ver que ele tocou minha roda traseira direita e eu saí da pista

Sebastian Vettel, sobre a batida que o tirou da disputa na Turquia. Leia mais

Ficamos lado a lado, e me pareceu que ele virou muito rápido para direita e acabamos nos tocando. Aconteceu muito rápido

Mark Webber, negando ter culpa pelo incidente com Vettel. Leia mais

A prioridade é bater os outros times e hoje perdemos 43 pontos para a McLaren

Christian Horner, chefe da Red Bull, sobre a batida entre seus pilotos. Leia mais

EFE

Foi feio, a gente vê 45 mil jornalistas e fotógrafos aqui, parece que começou uma guerra. Isso tem que ser algo entre os pilotos, não no papel, pois isso não adianta nada

Felipe Massa, sobre a repercussão do acidente entre Webber e Vettel. Leia mais

Durante toda a corrida, Felipe lutou com o Rosberg e eu briguei com o Petrov, então estamos no nível da Renault, o que obviamente não é o bastante

Fernando Alonso, criticando o rendimento da Ferrari. Leia mais

Jean Françóis Galeron/Divulgacão

Tem que existir um certo respeito. Com meu companheiro [Nico Hulkenberg], encontrei-o duas vezes. A primeira parecia luta de boxe, aquela coisa de pressão, e a segunda foi muito mais natural

Rubens Barrichello, sobre disputas internas nas equipes. Leia mais

Teve um momento comédia na largada. O Trulli parou no meu lugar e, um pouco antes de a luz ficar vermelha, ele foi para o lugar dele

Bruno Senna, que não completou o GP da Turquia. Leia mais

AFP

Foi ótimo de assistir. Como se estivesse vendo um filme de ação em HD ou 3D. Foi fantástico, eu estava com a melhor visão de tudo!

Lewis Hamilton, vencedor do GP da Turquia, brincando sobre a batida dos pilotos da Red Bull. Leia mais

A velocidade no carro estava muito boa e foi ótimo lutar com as Red Bulls. Tantas vezes vimos eles desaparecerem no horizonte.

Jenson Button, segundo colocado na Turquia. Leia mais

AP

No final da corrida não eu não estava nem engatando sétima marcha de tão fraco que estava o motor. Os mecânicos já estavam até prontos com extintor caso o carro pegasse fogo

Lucas di Grassi, 19º na Turquia. Leia mais

Infelizmente nós começamos a corrida atrás da Mercedes e eu fiquei preso atrás deles toda a tarde

Robert Kubica, da Renault, sexto colocado. Leia mais

AP

Estava na minha posição de largada quando Sebastian saiu da corrida, então consegui ganhar uma posição. Foi um bom show para os fãs

Michael Schumacher, quarto lugar em Istambul, sobre o acidente de Vettel. Leia mais

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host