Topo

Fórmula 1

'Resultado de m...' e bandeirada na hora errada: as frases do GP do Canadá

Mark Thompson/AFP
Imagem: Mark Thompson/AFP

Do UOL, em São Paulo

11/06/2018 04h00

O Grande Prêmio do Canadá, disputado no último domingo (10) e que terminou com vitória de Sebastian Vettel, da Ferrari, atraiu o olhar do torcedor da primeira volta à bandeirada final.

Após a corrida, Lance Stroll (Williams) teve que justificar o acidente que mandou Brendon Hartley (Toro Rosso) para o hospital. Quem também tentou se explicar foi a modelo e ativista canadense Winnie Harlow, que deu a bandeirada na hora errada e encerrou o GP duas voltas antes do previsto.

Já o chefão da Mercedes, Toto Wolff, não economizou no palavrão para falar sobre uma prova em que seus pilotos tiveram um desempenho abaixo do esperado.

Confira as melhores frases do GP do Canadá

  • Winnie Harlow

    "(É isso que acontece) quando te dizem para dar a bandeirada com uma volta de antecedência. Você tinha apenas um trabalho a ser feito, senhor. Hahaha. Muito grata por todos terem terminado bem." Leia mais

  • Sebastian Vettel

    "Acho que houve um pouco de confusão. Eles balançaram a bandeira quadriculada uma volta antes. Foi engraçado, porque temos uma contagem de voltas no volante. Temos também a placa do pit também, e vi que faltava uma volta. Eu até olhei um telão depois da bandeira, vi que era a última volta e fiquei um pouco confuso. Disse aos mecânicos: 'Acho que a corrida não acabou'. Eles me disseram: 'Não, não, continue acelerando'. Alguns dos comissários já estavam comemorando."

  • Lance Stroll

    "Estou muito decepcionado pelos torcedores. Tive uma grande recepção aqui para minha corrida em casa e queria dar um bom show para eles. Tive uma boa largada, ganhei algumas posições e cheguei nas duas McLaren, mas sofri um toque quando as ultrapassei. Então, fiquei lado a lado com Brendon na entrada da curva 5. O carro escapou, eu corrigi, mas não havia espaço para nós dois. Na hora em que eu corrigi, nós havíamos nos tocado. Não é o ideal, mas é corrida. Coisas assim acontecem na primeira volta."

  • Lewis Hamilton

    "Não há motivos para perdermos o controle. Precisamos fazer o que temos feito, manter a cabeça baixa, manter a motivação e pressionar, porque uma hora eles vão vacilar. Temos que continuar pressionando. Não o fizemos neste final de semana, mas vou me certificar de que voltaremos mais fortes na próxima corrida. A Ferrari certamente teve um pacote ligeiramente melhor."

  • Toto Wolff

    "Foi uma m*rda de resultado para nós. É preciso colocar assim. É uma pista boa para nós, mas cometemos pequenos erros durante todo o final de semana, desde o começo. A sensação que eu tenho é que precisamos acordar. Caímos em todos os aspectos. Esta é uma pista onde deveríamos ter maximizado os pontos."

  • Max Verstappen

    "Ele (Raikkonen) poderia ser meu pai. Não sei, o tempo dirá. Tenho contrato com a Red Bull e estou muito feliz onde estou no momento. Além disso, você sabe, temos um ótimo carro, e estou apenas esperando pelo pacote completo para podemos brigar por vitórias todos os finais de semana (...). É uma marca muito especial, e eu tenho apenas 20 anos. Kimi tem 37 ou 38, então eu ainda tenho 17 ou 18 anos para fazer algo."

  • Fernando Alonso

    "Senti uma perda de potência e percebi que teria que abandonar. O importante é que a unidade de potência está intacta e poderemos utilizá-la na França. Uma pena, porque éramos sétimos em Mônaco, décimos aqui e perdemos pontos nas duas últimas corridas."