Fórmula 1

6 batidas propositais históricas na F1. Inspiraram Vettel e Hamilton?

F-1/oficial
Imagem: F-1/oficial

Bruno Thadeu

Do UOL, em São Paulo

26/06/2017 04h00

Sebastian Vettel e Lewis Hamilton resgataram pegas que marcaram a Fórmula 1 em décadas anteriores. No GP do Azerbaijão, domingo, o piloto alemão se revoltou com a freada brusca do rival e jogou sua Ferrari de propósito na Mercedes.

O acidente foi ruim para os dois: Vettel foi punido com 10 segundos nos boxes, terminando em quarto lugar; Hamilton teve problemas com a proteção do capacete, terminando em quinto.

Na história da F-1, algumas batidas propositais entraram para a história. Confira algumas:

Acidentes propositais que marcaram a F1

  • Jones x Piquet - 1980

    Alan Jones jogou seu carro intencionalmente em Nelson Piquet no GP do Canadá, a penúltima prova da temporada. Não houve punição para Jones. Ele, aliás, foi quem mais lucrou com isso. No acidente que ele provocou, sete carros acabaram sendo atingidos. Piquet saiu da corrida. Jones continuou na prova. O australiano da Williams venceu a corrida no Canadá e conquistou o campeonato de 1980.

  • Imagem: Allsport UK /Allsport
    Allsport UK /Allsport
    Imagem: Allsport UK /Allsport

    Prost x Senna - 1989

    Em 1989, no GP de Suzuka, Prost jogou o carro deliberadamente em cima de Senna. Prost, que seria campeão com o abandono de ambos, deixou a corrida, mas Senna pediu para que os fiscais de prova o ajudassem a retornar e conseguiu voltar ao circuito. Após trocar o bico, danificado pela colisão, Senna conseguiu retomar a liderança e venceu a prova. Mais tarde, a Federação Internacional de Automobilismo, comandada pelo francês Jean-Marie Balestre, desclassificou o brasileiro do GP do Japão, por causa do corte na chicane ao retornar para a prova.

  • Imagem: Pascal Rondeau/Getty Images
    Pascal Rondeau/Getty Images
    Imagem: Pascal Rondeau/Getty Images

    Senna x Prost - 1990

    Após ter seu carro atingido de propósito por Prost, em 89, Senna se vingou no ano seguinte. O revide ocorreu no GP do Japão de 1990, em Suzuka. Senna conquistou o bicampeonato mundial após bater na Ferrari do piloto francês logo após a largada da corrida.

  • Imagem: Reuters
    Reuters
    Imagem: Reuters

    Schumacher x Hill - 1994

    Última prova de 1994, Schumacher tinha 92 pontos, contra 91 de Damon Hill. Schumacher liderava, mas via o rival se aproximar rapidamente. O alemão enfiou o carro em Hill. Os dois saíram da prova. Hill tentou voltar, mas não conseguiu. Schumacher se tornaria campeão, o primeiro dele na carreira.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Schumacher x Villeneuve - 1997

    Schumacher provocou acidente contra Villeneuve no GP de Jerez de la Frontera. O canadense tentou ultrapassar o líder da prova. Schumacher. Mas o alemão virou o volante em direção a Villeneuve. Schumacher levou a pior: saiu da prova e viu Villeneuve ser campeão daquele ano. A FIA considerou que o alemão agiu de forma antidesportiva, e Schumacher foi desclassificado do campeonato de 1997.

  • Imagem: Efe
    Efe
    Imagem: Efe

    Rosberg x Hamilton - 2014

    Nico Rosberg reconheceu que errou no acidente com Hamilton no GP da Bélgica, em 2014. O alemão disse que não se preocupou em evitar uma colisão. "Eu assumo a responsabilidade pelo o que aconteceu porque foi um erro meu de julgamento. Eu não me importo em que parte estava certo ou errado, o fato é que aconteceu e eu não fiz um bom trabalho para evitar a colisão entre dois carros". Hamilton levou a pior no choque entre as duas Mercedes. A dianteira do carro de Rosberg atingiu o pneu carro do companheiro de equipe. Com o pneu furado, o inglês perdeu várias posições e abandonou a prova. Hamilton liderava a prova quando aconteceu a batida. Rosberg teve prejuízo menor; ele terminou a prova em segundo. A temporada de 2014 terminou com título de Hamilton. Leia mais

  • Vettel x Hamilton - 2017

    Sob bandeira amarela e safety car na pista, Hamilton reduziu bruscamente a velocidade na bandeira amarela, fazendo os testes de freio. Vettel não conseguiu frear a tempo e acertou a traseira da Mercedes. Irritado, Vettel foi tirar satisfação, colocando-se lado a lado com Hamilton e batendo de propósito no inglês. O piloto da Ferrari acabou sendo punido com um stop and go de 10s e teve três pontos somados a sua superlicença. Agora, ele soma 9 pontos nos últimos 12 meses. Se levar mais três pontos na próxima etapa, na Áustria, será banido por um GP. Leia mais

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Topo