UOL Esporte Fórmula 1

Top 5 - Vettel protagoniza as principais falhas da temporada

Ninguém duvida do talento do alemão Sebastian Vettel, de 23 anos. Mas aquele piloto promissor que venceu o GP de Monza na chuva pilotando uma Toro Rosso em 2008 está desperdiçando a sua grande chance de ser campeão, a bordo do carro mais rápido da Fórmula 1 na atualidade. Nesta temporada, ele é o líder em pole positions, com sete. Mas só venceu duas, e tem 31 pontos atrás do líder Lewis Hamilton.

O motivo é simples: ele é o piloto que mais erra durante as corridas. Ao tentar listar as principais lambanças da temporada, o UOL Esporte até lembrou quando Alonso queimou a largada na China, ou quando Kubica acertou Sutil ao sair dos boxes na Hungria. Mas não deu para deixar de dedicar este Top 5 especialmente a Sebastian Vettel.

Batida estranha em Button

EFE

"Não sei o que aconteceu com o Sebastian", disse Button após abandonar o GP da Bélgica. Minutos antes, ele rodava na pista depois de ser atingido em cheio por Vettel na lateral de seu carro. O inglês seguia seu traçado na segunda posição, mas o alemão vinha mais rápido. Ao tentar ultrapassar, colocou o carro de lado, mas perdeu o controle, acertou o radiador do colega e acabou arruinando a prova de ambos. Depois de trocar o bico e ser punido com um drive-through, chegou em 15º, e pediu desculpas.

RED BULL DEFENDE VETTEL APÓS ERRO


Fogo amigo na Turquia

AFP

Seria uma dobradinha da Red Bull em Istambul se Vettel não tivesse tentado ultrapassar o companheiro Mark Webber na 40ª volta da corrida. Ficou lado a lado com o australiano, mas dois se tocaram, Vettel rodou e saiu da pista. Muito bravo, girou os dedos como se chamasse o companheiro de louco. Mas, após uma passagem pelo trailer da equipe, saiu mais calmo e disse que estava de cabeça quente. Um colocou a culpa no outro após o incidente, mas quem se deu melhor foi o australiano, que ainda chegou em terceiro e tomou champanhe no pódio.

HAMILTON APROVEITA LAMBANÇA DA RED BULL


Desperdiçando a pole

Getty Images

Todos sabem o final do GP da Alemanha: Felipe Massa deixa Fernando Alonso passar e entrega a vitória ao companheiro para obedecer à equipe. Acontece que o brasileiro somente chegou à liderança graças a uma largada estranha de Vettel, que largou na pole position, mas se preocupou mais em fechar a passagem do espanhol do que em acelerar. Como resultado, os dois pilotos da Ferrari deixaram ele para trás. O terceiro lugar e o pódio ainda serviram como consolação para o alemão.

RELEMBRE COMO FOI O GP DA ALEMANHA


Punido sem saber por quê

Reuters

Vettel largou na frente de novo na Hungria, e após a entrada do safety car, foi para os boxes e voltou em segundo, atrás do companheiro Mark Webber. Mas o australiano ainda não tinha feito sua parada. Ou seja, a liderança estava nas mãos do alemão. O problema é que ele foi punido com uma passagem pelos boxes por não respeitar a distância mínima equivalente a dez carros em relação ao carro de segurança. "Não entendi por que tinha sido punido, só fui entender quando me disseram depois da corrida", declarou ao final da prova.

TIME PEDIU PARA VETTEL ATRASAR PELOTÃO


Última prova como primeiro piloto

AFP

No GP de Silverstone, Vettel tinha a pole position e a moral de ser o escolhido pela equipe para estrear uma nova asa, o que deixou o parceiro Mark Webber bastante descontente. Mesmo assim, o australiano foi segundo no treino classificatório, e largou melhor do que o companheiro. O alemão ainda tentou fechar a passagem, mas ele próprio acabou saindo da pista. Ao voltar, foi tocado por Hamilton e teve que ir aos boxes com pneu furado. Pelo menos, ainda conseguiu pontuar na sétima posição.

WEBBER: "NADA MAU PARA UM SEGUNDO PILOTO


Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host