UOL Esporte Fórmula 1
 
02/11/2009 - 09h01

Por um ponto, McLaren supera rival Ferrari em 2009

Da Folhapress
Em São Paulo
"Quem imaginou que iríamos terminar em terceiro o Mundial de Construtores no início do ano?". A frase de Lewis Hamilton resume o sentimento da McLaren com o encerramento da temporada da F-1 neste domingo, em Abu Dhabi.

Mesmo com seus dois pilotos fora da zona de pontuação -Hamilton abandonou e Heikki Kovalainen foi o 11º-, a equipe inglesa terminou o ano um ponto à frente da Ferrari, a quarta no campeonato.

"Claro que derrotar a Ferrari é motivo de orgulho para nós e esperamos que no ano que vem nós possamos novamente derrotá-los, mas desta vez na disputa pelo primeiro, e não pelo terceiro lugar", afirmou Martin Whitmarsh, chefe da McLaren.

Realmente a temporada de 2009 não foi motivo de orgulho para nenhum das duas escuderias. O time inglês não pontuou na abertura da temporada e, aos poucos, foi melhorando até conseguir na Hungria, décima etapa do ano, sua primeira vitória -Hamilton venceria mais uma vez.

Para a Ferrari as coisas foram mais difíceis. Após passar em branco nas três primeiras corridas, a escuderia italiana começava a ensaiar uma melhora quando, na mesma Hungria, viu Felipe Massa sofrer grave acidente.

Seus substitutos, Luca Badoer e Giancarlo Fisichella, não foram bem, e Kimi Raikkonen venceu em Spa-Francorchamps. "É decepcionante terminar o ano em quarto por apenas um ponto, mas o veredicto foi dado na pista", resumiu o chefe ferrarista, Stefano Domenicali.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host