Topo

Fórmula 1


Ecclestone entra em acordo, e Silverstone segue na F-1 por mais 17 anos

Das agências internacionais

Em Londres (ING)

07/12/2009 08h52

O Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1 seguirá tendo como sede Silverstone, após uma longa negociação que colocou em risco o circuito para receber a categoria. Nesta segunda-feira, foi anunciado que Bernie Ecclestone, chefe da F-1, entrou em acordo com os donos do autódromo.

Com o resultado da negociação, Silverstone receberá o GP inglês da categoria máxima do automobilismo por mais 17 anos, mantendo o seu posto. Apesar de a Inglaterra ter fornecido os dois últimos campeões mundiais (Jenson Button e Lewis Hamilton) e ser o lar de boa parte das escuderias, o GP de Silverstone esteve perto de ser extinto.

Donington Park estava almejando receber as provas da Fórmula 1 a partir da próxima temporada do Mundial, em 2010, mas os esforços para levantar recursos para uma prova no local não tiveram sucesso, colocando em risco, inclusive, as chances de haver um GP na Inglaterra.

“Não é fácil entrar em um contrato desta magnitude, e tivemos que tomar muitas responsabilidades, mas a BRDC (The British Racing Drivers’ Club) queria que esta relação continuasse”, afirmou Damon Hill, campeão mundial de F-1, em 1996, e presidente da entidade.

“Todos sabem que o GP da Inglaterra não é apenas esporte, mas um empreendimento importante na economia do país. Perdê-lo seria um prejuízo sem voltas”, adicionou Hill, segundo a revista Autosport.

Segundo a imprensa britânica, Ecclestone concordou em receber da organização do evento um montante de 60 milhões de libras ($ 99,50 milhões) em um período de 17 anos como parte de um negócio envolvendo 310 milhões de libras para salvar a corrida.

Silverstone está no calendário da Fórmula 1 ininterruptamente desde 1987, mas tem uma história ainda mais antiga com a categoria. Em 1950, o circuito recebeu a primeira corrida da história de um Mundial da F-1.

Os rumores de que o acordo seria revelado aumentaram na noite de domingo, mas foi nesta segunda que a The British Racing Drivers’ Club, responsável pelo Grande Prêmio de Silverstone, anunciou em uma coletiva de imprensa a conclusão da negociação com Ecclestone.


 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!