Topo

Fórmula 1

Trulli e Kovalainen são confirmados pela Lotus para 2010

Mark Baker/AP
Kovalainen (e) e Trulli foram anunciados pelo ministro dos Esportes da Malásia Imagem: Mark Baker/AP

Das agências internacionais

Em Kuala Lumpur (MAL)

14/12/2009 07h08

JARNO TRULLI

216 GPS DISPUTADOS
13 TEMPORADAS NA F-1
1 VITÓRIA
4 POLE POSITIONS
11 PÓDIOS

Como já era esperado, a Lotus anunciou nesta segunda-feira o italiano Jarno Trulli e o finlandês Heikki Kovalainen como sua dupla de pilotos para 2010. A escuderia volta ao grid após ficar afastada por 15 anos, graças aos investimentos de um grupo da Malásia.

O anúncio foi feito pelo ministro dos Esportes da Malásia, Ahmad Shabery Cheek, em uma conferência de imprensa nesta segunda-feira. Os dois pilotos assinaram um contrato de três anos com a equipe, segundo o chefe Tony Fernandes, que se recusou a entrar nos detalhes salariais.

Kovalainen disputou a última temporada com a McLaren e foi substituído pelo campeão mundial Jenson Button na escuderia de Woking. Já o veterano Trulli havia ficado sem emprego após a saída da Toyota, mas já era dado como certo na Lotus desde o fim de semana, já que tem boa relação com o diretor Mike Gascoyne, que já trabalhou com ele em outras equipes e atualmente está na Lotus.

“Estou querendo assumir esse desafio. Estou na Fórmula 1 há muitos anos, mas é algo extremamente motivador ajudar a construir um time do zero”, comentou o italiano durante o anúncio oficial.

Kovalainen já avisou que a equipe deverá ter dificuldades no começo: “Temos que ser realistas e manter o foco no desenvolvimento do time, até que possamos trabalhar como qualquer outra equipe de ponta da Fórmula 1”.

O acerto de Trulli já havia sido anunciado no sábado por um familiar do piloto ouvido pela agência AP, que já noticiava um acordo de três anos do italiano de 35 anos.

HEIKKI KOVALAINEN

52 GPS DISPUTADOS
3 TEMPORADAS NA F-1
1 VITÓRIA
1 POLE POSITION
4 PÓDIOS

Ex-piloto da Renault e da Jordan, além de quatro temporadas com a Toyota, Trulli participou de 216 corridas desde sua estreia pela Minardi, em 1997. Sua única vitória na carreira aconteceu em 2004, no GP de Mônaco.

Em 2009, o italiano subiu por três vezes ao pódio e marcou 32,5 pontos, o que o colocou na oitava posição no Mundial de pilotos.

Kovalainen, de 28 anos, também vinha sendo especulado pela imprensa europeia, e suas chances ficaram maiores depois do anúncio feito no domingo de que seu concorrente pela vaga, o japonês Takuma Sato, havia sido descartado pelo diretor Mike Gascoyne.

O finlandês estreou com a Renault em 2007 e nos dois anos seguintes correu com a McLaren, onde conseguiu sua única vitória, no GP da Hungria de 2008.

Em setembro, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) admitiu a Lotus como 13ª equipe. Os carros terão motores Cosworth e a escuderia terá sua sede inicial em uma fábrica da cidade britânica de Norfolk.

Lá, utilizará as instalações construídas pela Toyota para seu programa inicial de Fórmula 1 e depois utilizados pela Bentley para as 24 Horas de Le Mans.

A Lotus da Malásia será um dos quatro times estreantes na temporada da Fórmula 1, além da USF1, da Campos, que contará com o brasileiro Bruno Senna, e da Manor Virgin, cuja dupla de pilotos será formada pelo alemão Timo Glock e pelo brasileiro Lucas Di Grassi.

 “Trulli vai nos trazer muita experiência para desenvolver o time, e Heikki é um jovem piloto mas já tem uma experiência fenomenal, então eu acho que temos dois fantásticos pilotos, assim como o Fairuz Fauzy”, comentou o chefe Tony Fernandes, referindo-se ao malaio que será piloto reserva.

“Não temos nenhum objetivo ambicioso, queremos ser pelo menos a melhor das novas equipes, mas eu acho que esse anúncio mostrou que estamos levando a sério, porque são dois pilotos de alto nível”, completou Fernandes.

“O time tem feito um bom progresso na construção e nos testes do carro, e vai causar impacto na próxima temporada”, adicionou o ministro dos Esportes Ahmad Shabery Cheek.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!