UOL Esporte Fórmula 1
 
Luca Bruno/AP

Nico Rosberg faz volta rápida no Bahrein; alemão bateu Schumacher e liderou na 6ª

12/03/2010 - 09h32

Rosberg lidera 1º dia de treinos no Bahrein; Schumi é 3º e Massa bate Alonso

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O alemão Nico Rosberg fez o que pouco se esperava dele e superou o heptacampeão Michael Schumacher no primeiro dia de treinos para o GP do Bahrein de Fórmula 1. A segunda sessão foi marcada por muitas voltas de cada piloto, em busca dos melhores acertos para a primeira corrida do ano, neste domingo.

Com isso, Rosberg teve tranquilidade para marcar sua volta (1min55s409) ainda no começo da sessão e não foi incomodado por outros rivais, sendo o mais veloz no consolidado de tempos dos dois treinos.

O campeão de 2008 Lewis Hamilton colocou a McLaren na segunda colocação, com 1min55s854, e Michael Schumacher subiu de décimo, pela manhã, para terceiro, com 1min55s903.

Além da volta de Schumacher, quem também voltou às pistas da Fórmula 1 foi Felipe Massa, com a Ferrari. Ele estava fora desde meados de 2009 devido ao grave acidente sofrido na Hungria. Ele foi um dos pilotos com mais voltas na segunda sessão e encerrou sua participação em 7º, com 30 giros feitos.

Também na Ferrari, Alonso havia sido segundo colocado pela manhã, mas não manteve a posição na sessão vespertina. Ele foi o 10º melhor, superado pelo companheiro Massa por cerca de dois décimos - seu melhor tempo foi na manhã. Em outra briga interna, o atual campeão Jenson Button foi quarto colocado, batido pelo companheiro Hamilton.

TEMPOS CONSOLIDADOS APÓS 2 SESSÕES

PILOTO TEMPO
1. Nico Rosberg (Mercedes GP) 1min55s409
2. Lewis Hamilton (McLaren) 1min55s854
3. M. Schumacher (Mercedes GP) 1min55s903
4. Jenson Button (McLaren) 1min56s079
5. Sebastian Vettel (Red Bull) 1min56s409
6. Nico Hulkenberg (Williams) 1min56s501
7. Felipe Massa (Ferrari) 1min56s555
8. Adrian Sutil (Force India) 1min56s583
9. Vitaly Petrov (Renault) 1min56s750
10. Fernando Alonso (Ferrari) 1min56s766

“Ainda não tenho ideia (do que esperar). Acho que ninguém ainda tem. Mas é claro que os quatro grandes times, qualquer um deles, pode estar na pole neste sábado”, disse Alonso, ao Autosport, seguido por Massa na avaliação. “Agora estamos em posição de atacar 100%. Estamos confiantes, só precisamos de algumas alterações para melhorar a aderência.”

O SEGUNDO TREINO

Já no início da segunda sessão de treinos, os pilotos foram em grande número para a pista, incluindo os favoritos, fazendo muitas voltas cronometradas para tentarem acertar os novos carros.

Massa, por exemplo, fez 17 giros nos primeiros 45 minutos, mas não figurou entre os primeiros até os minutos finais.

Oitavo de manhã, Rosberg foi quem teve o melhor começo, baixando em um segundo o tempo que Adrian Sutil, da Force India, havia cravado na primeira sessão de testes, quando foi líder, à frente de Fernando Alonso e Robert Kubica, respectivamente. No treino matutino, Massa foi quarto e Schumacher apenas o décimo.

O alemão Rosberg manteve o domínio durante a primeira metade do treino e viu a aproximação de Schumacher, que fora apenas o décimo colocado anteriormente, e passou a andar entre os três primeiros.

“Nós trabalhamos muito bem de tarde, apenas com alguns problemas de balanço", disse Schumacher. "O carro esteve muito melhor na segunda sessão, apesar de eu ainda me sentir um pouco enferrujado. Agora me sinto pronto para o fim de semana.”

OPINIÃO DOS BLOGUEIROS

'Penso que a McLaren andou hoje pensando mais na tomada de tempos oficial de amanhã. Já Ferrari e Red Bull trabalharam com o pensamento na corrida de domingo'
'Menos pelo melhor tempo de Rosberg - um "leão de treinos livre" -, e mais pelas posições seguintes, a Mercedes tem um motor afinado'

Já Rubens Barrichello, que estreia pela Williams, foi apenas 16º no consolidado, muito atrás inclusive do companheiro Nico Hulkenberg, que fez o sexto tempo mais veloz da sexta-feira. A diferença entre seus melhores tempos foi de quase um segundo.

Depois de darem poucas voltas e não registrarem tempos na sessão de abertura, os estreantes brasileiros Bruno Senna e Lucas di Grassi conseguiram andar mais constantemente a partir da segunda sessão, ainda trabalhando na melhora de seus carros, já que Senna não participou da pré-temporada com a Hispania e Di Grassi deu poucas voltas nos testes com a Virgin.

Ao fim dos 90 minutos, Bruno Senna teve um problema com seu carro e chegou a parar fora da pista. Ele encerrou com a 23ª posição. Ficou à frente apenas do seu companheiro Karun Chandhok, que não marcou tempo, mas a impressionantes 11 segundos de Rosberg.

Di Grassi foi 22º, também não escondendo a diferença entre as equipes grandes e novatas, que superou a casa de cinco segundos.

Neste sábado acontece mais um treino livre e a disputa oficial da classificação, às 8h (de Brasília). A primeira corrida do Mundial de F-1 é às 9h de domingo, com acompanhamento do Placar UOL.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host