UOL Esporte Fórmula 1
 
14/03/2010 - 12h57

Schumacher lamenta falta de ação; Vettel teve problema mecânico

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Michael Schumacher fez no Bahrein a sua reestreia na F1

    Michael Schumacher fez no Bahrein a sua reestreia na F1

Michael Schumacher voltou à Fórmula 1 após período de aposentadoria, mas foi coadjuvante em sua primeira prova, o GP do Bahrein. O heptacampeão mundial fez uma corrida correta, em que acabou na sexta colocação, mas lamentou a falta de ação no asfalto, devido às estratégias das equipes com as novas regras da categoria.

Apesar da crítica, o alemão disse ter se gostado da sensação de estar de volta ao volante. “Foi divertido, especialmente no começo”, disse ele, à BBC. “Mas, agora é a largada e depois andar no ritmo, sem erros. Ultrapassar está quase impossível se não for no erro”.

“Esta é a ação que teremos, infelizmente, devido ao ambiente de estratégias de corrida”, analisou o piloto da Mercedes GP. Para ele, a falta de reabastecimentos permite pouca variação nas estratégias.

Schumacher sofreu com seus pneus mas disse considerar isso normal já que está voltando agora ao seu ritmo de prova, após cerca de três anos parado.

Quem também sofreu foi Sebastian Vettel, que tinha tudo para vencer de ponta a ponta. Ele foi pole position e largou mantendo a primeira colocação com uma distância segura para Fernando Alonso - que passou Massa na primeira curva.

Na 34ª volta, no entanto, o alemão começou a sofrer com uma repentina perda de potência em seu carro e foi facilmente ultrapassado por Alonso e Massa e, posteriormente, por Lewis Hamilton, acabando em quarto.

“O fim de semana foi positivo, apesar da falha. Tivemos bom controle de pneus e freios e estávamos indo calmamente, mas com 20 voltas para o final eu simplesmente perdi potência. Não sabemos ao certo, mas parece que foi um problema mecânico. Por sorte conseguimos acabar a prova, mas era para termos ficado com a vitória”, disse Vettel.

Já o atual campeão Jenson Button lamentou que a McLaren tenha escolhido uma estratégia muito conservadora para o uso de seus pneus. “Fiquei um pouco triste porque acho que cuidamos demais dos pneus. Nas últimas cinco voltas, pude acelerar e estava chegando em Webber e Michael (Schumacher)”, disse, à BBC.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host