UOL Esporte Fórmula 1
 
26/03/2010 - 09h02

Movimentos nos boxes da F-1 serão monitorados por câmeras de vigilância

Tatiana Cunha
Da Folhapress
Em Melbourne (Austrália)

A partir da meia-noite, quando começar o treino de classificação para o GP da Austrália, todos os movimentos nos boxes das equipes da F-1 serão monitorados por câmeras de vigilância. Do outro lado da tela estará o delegado técnico da FIA, Jo Bauer.

A cena, que pode parecer curiosa, será rotina na categoria. O novo sistema, testado no Bahrein e chamado de ‘olho no céu’’, passará a ser usado já neste final de semana. Com o aumento de times no grid neste ano, a entidade que dirige o esporte inovou na maneira de vigiar seu ‘parc fermé’’, local em que os carros permanecem para não sofrerem modificações antes de partirem para as corridas.

Até 2009, assim que saíam da classificação, os carros eram levados a uma garagem da FIA, onde permaneciam, juntos, até cinco horas antes do início da prova. Agora, com 24 carros, ficou inviável deixar todos no mesmo local.

O funcionamento do sistema é bastante simples. Uma câmera instalada acima de cada um dos carros ficará gravando imagens das 12 garagens em modo ‘normal’’ durante a sessão de classificação. Ao fim do treino, os equipamentos passarão para o modo ‘noite’’, que pode detectar qualquer movimento ao redor dos modelos.

As imagens são armazenadas digitalmente em baixa resolução, mas automaticamente mudam para alta resolução caso o sensor de movimento detecte qualquer coisa perto dos carros -até uma brisa na capa que os cobre pode acionar o sistema.

As imagens gravadas podem ser vistas ao vivo ou em replay por membros designados pela FIA, caso isso seja necessário.

‘A reação inicial ao sistema foi bastante positiva e ajuda a resolver um problema técnico e logístico difícil tanto para os times quanto para a entidade’’, informou a FIA.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host