UOL Esporte Fórmula 1
 
12/04/2010 - 12h22

Dono diz que circuito em Murcia é imprescindível para manter a Hispania

Do UOL Esporte
Em São Paulo

José Ramón Carabante, proprietário da equipe Hispania, disse nesta segunda-feira que é imprescindível a construção de um circuito na região de Murcia para manter a primeira escuderia espanhola na Fórmula 1.

Recebido pelo presidente da Comunidad Autônoma da região de Murcia, Ramón Luis Valcárcel, Carabante falou sobre o projeto da equipe de Fórmula 1, que disputou as três primeiras etapas da temporada 2010 e terminou a última corrida, na Malásia, com seus dois pilotos, Bruno Senna e Karun Chandhok.

De acordo com o site do jornal Marca, Carabante também deixou claro que “para que exista uma equipe na região, deve existir um circuito. Não se trata só de ter uma equipe de Fórmula 1, precisamos de uma pista onde traremos provas de carros e motos”.

Segundo Carabante, o circuito seria construído na cidade de Fuente Álamo. “Mas isso depende de determinações técnicas, porque existem alguns problemas no lugar escolhido. Se não, será construído em um local escolhido pela Comunidad Autônoma.”

Na China, objetivo é terminar de novo

No próximo domingo, no GP da China, a Hispania pretende repetir o feito da Malásia e terminar a corrida novamente com os dois carros. “Era só nosso terceiro fim de semana de trabalho no Mundial, mas conseguimos nosso objetivo de terminar uma prova muito dura em um circuito exigente”, disse o chefe da equipe, Collin Kolles.

“Agora queremos terminar novamente com os dois carros. Estamos trabalhando na confiabilidade e para ganhar experiência com distintas condições meteorológicas”, prosseguiu Kolles.

O brasileiro Bruno Senna está confiante em terminar sua segunda corrida na F-1. “Tenho certeza que conseguirei, mas antes preciso dar algumas voltas nos treinos livres, porque nunca pilotei na China”, falou o piloto, segundo a agência Efe.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host