UOL Esporte Fórmula 1
 
REUTERS/Jason Lee

Jenson Button e Lewis Hamilton completaram todas as voltas possíveis até agora

05/05/2010 - 07h00

Confiabilidade é determinante para liderança da McLaren entre construtores

Guga Fakri
Em São Paulo

No topo da tabela nos Mundiais de Construtores e Pilotos, a liderança da McLaren na temporada 2010 da Fórmula 1 tem relação direta com a confiabilidade de seus carros. No momento, a classificação das quatro melhores equipes do campeonato é diretamente proporcional ao número de voltas completadas nas quatro primeiras corridas do ano, no Bahrein, Austrália, Malásia e China.

CONFIABILIDADE FAZ A DIFERENÇA

EQUIPE VOLTAS COLOCAÇÃO
1. McLaren 438 (100%)
2. Ferrari 436 (99,5%)
3. Red Bull 405 (92,4%)
4. Mercedes 391 (89,2%)
5. Williams 377 (86%)
6. Renault 329 (75,1%)
7. Lotus 327 (74,6%) sem pontos
8. Toro Rosso 321 (73,3%)
9. Force India 289 (65,9%)
10. Hispania 286 (65,3%) sem pontos
11. Virgin 148 (33,8%) sem pontos
12. Sauber 112 (25,6%) sem pontos

O time inglês, que lidera o Mundial com 109 pontos e tem Jenson Button na ponta entre os pilotos com 60, 10 a mais que Nico Rosberg, da Mercedes, foi o único que completou todas as 438 voltas possíveis com seus dois MP4-25.

Vice-líder na tabela de classificação, a Ferrari teve o aproveitamento de 100% atrapalhado pela quebra do motor do F10 de Fernando Alonso a duas voltas do fim na Malásia e aparece também em segundo nas estatísticas de confiabilidade. A escuderia italiana completou 436 voltas nas quatro primeiras provas (99,5%).

Mesmo sendo a equipe de ponta que mais sofreu com problemas mecânicos em seu RB6, a Red Bull aparece em terceiro, com um aproveitamento de 92,4% (405 voltas). Na verdade, a única vez que um carro da equipe austríaca não terminou a prova foi na Austrália, quando Sebastian Vettel liderava com folga e teve problemas na roda.

A situação da Red Bull é similar a da Mercedes, quarta na tabela. Michael Schumacher abandonou com problemas mecânicos em seu W01 no início da corrida em Sepang, mas a equipe alemã é a quarta que mais girou, com aproveitamento de 89,2% (391 voltas).

Sétima na classificação geral, pelo menos no quesito confiabilidade a Williams de Rubens Barrichello é a quinta força da temporada. A não ser pelo abandono de Nico Hulkenberg em um acidente na primeira volta em Melbourne, o time completou todas as outras corridas com os dois FW 32, e tem 86% de aproveitamento (377 voltas).

LOTUS SURPREENDE NA CONFIABILIDADE

  • Novata em 2010, a Lotus é a sétima que completou mais voltas nas quatro primeiras provas do ano

A Renault, quinta na tabela, aparece em sexto, com 75,1% (329 voltas). Robert Kubica completou todas as 219 voltas possíveis até o momento, mas o novato Vitaly Petrov só conseguiu terminar uma única prova, na China.

A grande surpresa na questão da confiabilidade é a novata Lotus. Com 74,6% (327 voltas), o time anglo-malaio ocupa a sétima colocação nesta estatística, apesar de não ter conquistado um único ponto até o momento. A Toro Rosso aparece na sequência, completando 73,3% das voltas (321), seguida pela Force India, com 65,9% (289).

Apesar de todos os problemas na pré-temporada, a Hispania conseguiu ter uma confiabilidade melhor do que duas equipes, Virgin e Sauber. Os dois Dallara da equipe espanhola terminaram as corridas em Sepang e Xangai, com Bruno Senna e Karun Chandhok. O indiano conseguiu terminar também na Austrália. Com isso, o time completou 286 voltas (65,3%).

Bem abaixo das adversárias, a Virgin completou apenas 33,8% dos giros (148 voltas). O único piloto da equipe que terminou uma prova foi Lucas di Grassi, que recebeu a bandeirada em Sepang se esforçando para economizar combustível – o VR-01 tinha um problema de projeto, com o tanque menor do que o necessário para ter gasolina suficiente para terminar as provas.

Surpreendentemente, a Sauber é a equipe com pior aproveitamento. O time completou apenas 112 voltas (25,6%): 93 com Pedro de la Rosa e incríveis 19 com Kamui Kobayashi. Sensação do final da temporada passada, o japonês teve problemas mecânicos no Bahrein e Malásia, e se envolveu em acidentes na primeira volta das corridas na Austrália e na China.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host