UOL Esporte Fórmula 1
 
26/05/2010 - 07h43

Para empresário, 'Massa sempre foi subestimado' na F-1

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O empresário de Felipe Massa, Nicolas Todt, afirmou que espera manter o brasileiro em sua vaga na Ferrari para 2011, apesar dos rumores constantes de que a escuderia procura um substituto. Filho de Jean Todt, o francês afirmou ainda que sente que o piloto sempre teve suas atuações subestimadas na categoria.

“Quando Felipe começou a ganhar seus primeiros GPs, foi uma grande satisfação. Não foram muitos que acreditaram nele, então foi um belo troco”, disse Nicolas Todt, ao Autosport. “Eu acho que Felipe sempre foi subestimado. Antes do início de cada temporada, ele sempre é colocado de forma inferior ao seu companheiro, mas seu resultado é sempre melhor.”

Massa tem sido ligado a rumores de uma possível saída da equipe italiana. O polonês Robert Kubica e o australiano Mark Webber, atual líder do campeonato, seriam algumas das opções para serem novos companheiros de Fernando Alonso, da Espanha.

ALONSO: SEM MOTIVOS PARA NÃO ESTAR CONFIANTE

Fernando Alonso está animado para o GP da Turquia, mesmo após bater nos treinos de Mônaco, largar em último e ainda assim acabar em sexto. "Istambul é uma importante corrida, não só pelo campeonato, mas por ser o GP de número 800 da Ferrari. Será um fator de motivação para tentar um bom resultado. Estou muito confiante. Em seis corridas, tive problemas em quatro e sou o terceiro colocado no Mundial, a três pontos do líder (M. Webber). Não há motivos para não estar".

Até aqui, Massa tem sido batido por Alonso, estando na quinta colocação, duas atrás do bicampeão mundial e com uma desvantagem de 14 pontos, após seis etapas.

Ainda assim, Todt confia na permanência do piloto, que tem ligação com a Ferrari desde 2001, quando ainda era piloto de teste.

“Felipe está com a Ferrari desde 2001 e viveu algumas vitórias fantásticas, além de tempos difíceis como a batida do último ano. É uma relação especial e espero que se mantenha por muitos anos. É o desejo dele, e entendo que seja o da Ferrari também”, afirmou o empresário francês.

Para Nicolas Todt, os problemas com pneus dificultaram a vida de Felipe Massa neste início de temporada, não se adequando bem ao estilo dele.

“Não acho que seja culpa de sua pilotagem, senão ele teria de mudar de emprego. O problema é com os pneus duros, já que o carro fica mais difícil de ser controlado devido ao seu estilo em comparação com o de Alonso”, completou, salientando que a Ferrari já achou áreas para trabalhar com o brasileiro, para que ele evolua em direção ao que se vê com seu companheiro.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host