Topo

Fórmula 1


USF1 é banida da Fórmula 1 por ter desistido de participar da temporada 2010

Filipe Redondo/Folha Imagem
Chad Hurley, co-fundador do YouTube, não foi capaz de manter a USF1 na disputa da Fórmula 1 Imagem: Filipe Redondo/Folha Imagem

Das agências internacionais

Em Genebra (Suíça)

24/06/2010 15h52

A USF1, equipe norte-americana de Fórmula 1, foi multada nesta quinta-feira e banida de participar da competição de automobilismo por ter desistido de disputar a temporada 2010 do campeonato mundial. A escuderia tem sete dias para entrar com recurso

O Conselho Mundial de Esporte a Motor afirmou que a USF1 havia infringido o “código esportivo internacional da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e as regras do Campeonato de 2010 da Fórmula 1”, e por isso não participaria de competições da entidade. Além disso, a equipe foi multada em 309 mil euros (equivalente a R$ 680 mil).

A USF1, que tinha como principal investidor Chad Herley, fundador do YouTube, participaria da atual temporada da Fórmula 1, mas desistiu em fevereiro por não ter sido capaz de desenvolver seus carros a tempo de competir.

De acordo com o Conselho, Hurley e o cofundador da equipe, Ken Anderson, informaram à FIA por meio de uma carta que não teriam condições de disputar o campeonato, requisitando que a equipe pudesse estrear em 2011. O pedido foi negado.

Em sua defesa, a USF1 argumentou que foi prejudicada devido à desistência de patrocinadores, que foram afugentados por notícias durante 2009 que duvidavam da participação da escuderia na Fórmula 1, além de lembrar da crise financeira que afetou o mundo naquele ano.
 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!