UOL Esporte Fórmula 1
 
25/06/2010 - 14h26

Venezuelano aposta em Hugo Chávez para entrar na Fórmula 1

Das agências internacionais
Em Valência (Espanha)

Líder da GP2, categoria que muitas vezes serve de trampolim para a Fórmula 1, o venezuelano Pastor Maldonado acredita que em breve estará na principal categoria de automobilismo. Pelo menos é a aposta do piloto, que conta com a ajuda do presidente da Venezuela Hugo Chávez.

“A Venezuela está me empurrando e quer me ter na Fórmula 1. Todos os meus patrocinadores são do meu país. O Chávez está me apoiando e quer desenvolver todo o esporte da Venezuela”, disse Pastor Maldonado, em evento realizado na Bridgestone, em Valência.

Aos 25 anos, o piloto contou que por pouco não acertou com a Campos para esta temporada, mas o acerto não ocorreu por detalhes. Porém, como tem apoio da empresa estatal de petróleo PDVSA, o venezuelano acredita que isso poderá abrir portas em 2011 em outra escuderia.

"Acho que com o apoio da PDVSA as coisas serão mais fáceis para mim", admitiu Pastor Maldonado.

Além de poder voltar a ter um piloto depois de quase três décadas, já que o último foi Johnny Cecotto, em 1983, a Venezuela também pode investir em um circuito para abrigar corridas do mundial de Fórmula 1. Pelo menos esse também é o desejo do presidente Hugo Chávez.

“Por que não a Venezuela no calendário? Na cabeça do nosso presidente Hugo Chávez, teríamos este circuito em Margarita Island”, concluiu Pastor Maldonado.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host