UOL Esporte Fórmula 1
 
11/07/2010 - 12h05

Webber: 'não renovaria se soubesse que ele é preferido'; Vettel foge da briga

Das agências internacionais
Em Silverstone (Inglaterra)

O australiano Mark Webber conquistou neste domingo a sua terceira vitória na temporada da Fórmula 1, depois de superar na primeira volta o companheiro de equipe na Red Bull, Sebastian Vettel, no Grande Prêmio da Inglaterra, em Silverstone. Depois da bandeirada, o australiano deu uma “cutucada” em sua escuderia ao dizer pelo rádio: “Nada mal para um segundo piloto”, em relação ao tratamento privilegiado dado a Vettel. Não bastasse isso, o piloto afirmou que se soubesse da preferência por Vettel, não teria renovado o seu contrato. O alemão preferiu fugir do tema.

O australiano ficou desapontado depois que a equipe deu uma asa nova para o alemão, que ajudaria no seu rendimento. "Ontem foi realmente uma situação única, e foi a primeira vez que tivemos um confronto. Eu nunca teria assinado um contrato para o próximo ano, se eu soubesse que esse seria o caminho daqui para frente", disse Webber ao site Autosport.com.

Vettel, que venceu o GP da Inglaterra do ano passado, teve um pneu furado na disputa com Webber e Hamilton depois da largada e conseguiu uma boa recuperação para terminar em sétimo. "Eu fiquei desapontado. Nós vamos ver como vai ser no futuro, eu vou continuar fazendo o que eu estou fazendo e espero que seja o suficiente", disse Webber.

"Eu estava obviamente interessada em fazer a minha parte e isso funcionou bem para mim", disse Webber. "O carro estava impecável durante todo o dia”, completou o australiano.

A disputa entre pilotos da mesma equipe é um assunto recorrente na categoria e Webber acredita que isso pode trazer prejuízos. "Pode funcionar [relação com o time], mas obviamente a questão é se a corda não arrebenta. Você precisa ter certeza de que não haverá essa situação constantemente porque isso pode colocar mais combustível no fogo."

"Ontem eu não estava feliz, claramente, e tenho certeza de que teremos boas conversas amanhã. Hoje foi tudo bem para mim e é isso”, destacou o australiano. Quando perguntado se vencer hoje foi justiça poética, ele respondeu: "Um compromisso com o carma? [termo religioso que faz referência a lei da causa e efeito] Sim".

Por sua vez, o alemão Sebastian Vettel preferiu não comentar diretamente as declarações de Webber, mas deixou uma mensagem no ar. “Eu obviamente foco em mim mesmo e dá para ver, eu acho”, disse. “Especialmente depois do que aconteceu no passado. As pessoas têm opiniões diferentes, eu tenho a minha, eu fiz as minhas experiências, às vezes boas e ruins, e você tem que conhecer as pessoas provavelmente um pouco melhor e ver os seus rostos verdadeiros. Eu acho que eu aprendi a minha lição, e eu foco em mim mesmo”, completou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host