UOL Esporte Fórmula 1
 
20/07/2010 - 07h14

Vettel admite que conflitos o distanciaram de Webber e fala em teimosia

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O piloto alemão Sebastian Vettel admitiu que os conflitos internos vividos na Red Bull o afastaram do companheiro Mark Webber. Eles se estranharam nos últimos GPs, com uma batida na Turquia e o australiano chegando a dar declarações polêmicas na última etapa, na Inglaterra.

“Há uma certa distância. A primeira prioridade é sempre o time, mas pilotos geralmente veem as coisas com teimosia. É o mesmo neste caso”, disse o alemão, quarto colocado no Mundial, ao Der Spiegel.

“Nós trabalhamos juntos onde temos de cooperar, para desenvolver o carro e o time. Senão, cada um foca em si mesmo para buscar sua própria vantagem”, explicou.

Em 2008, Webber chegou a chamar Vettel de criança. No GP da Turquia, já neste ano, eles se envolveram em acidente em disputa de posições. O alemão deixou a corrida fazendo sinais de que o companheiro é maluco. Depois, eles se abraçaram para as fotos e procuraram mostrar que se acertaram.

No entanto, no GP da Inglaterra, há quase duas semanas, Webber comemorou a vitória falando no rádio que o resultado não tinha sido “nada mal para um segundo piloto”, uma vez que Vettel teve um carro ligeiramente melhor que o seu. Foi o suficiente para reiniciar a crise e dar a partida em uma série de medidas da Red Bull para apaziguar a discussão.

Atualmente, Webber é o melhor da dupla. Ele é o único piloto com três vitórias em 2010, tendo vencido em Silverstone. Ainda assim, é terceiro no Mundial, atrás de Lewis Hamilton e Jenson Button. Vettel aparece em quarto.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host