UOL Esporte Fórmula 1
 
01/08/2010 - 14h12

Massa chega atrás de Alonso, mas comemora resultado da equipe

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Felipe Massa chegou na mesma quarta posição em que largou no GP da Hungria, e reconheceu que foi o melhor que poderia ter feito. Afinal, além do circuito de Hungaroring não facilitar ultrapassagens, a Ferrari se mostrou bem inferior ao ritmo da Red Bull, que venceu com Mark Webber. Por isso, o brasileiro comemorou o resultado da equipe.

“Tivemos sorte que o Vettel teve problema, senão era para chegarmos somente em terceiro e quarto”, comentou Massa em entrevista à Jovem Pan, comemorando a segunda posição de Fernando Alonso conquistada depois da punição ao piloto da Red Bull, que não respeitou a distância mínima para o safety car.

Ele aproveitou para lembrar da batida na Hungria no ano passado: “Este é o meu melhor resultado aqui, e fico feliz por ter acontecido um ano depois do meu acidente”, declarou Massa ao site da Ferrari.

“Acho que fizemos o máximo. Tivemos uma boa corrida”, resumiu o brasileiro, que na última prova, na Alemanha, liderava até ter que ceder a ponta ao companheiro Fernando Alonso devido a uma ordem de equipe.

Desta vez, tudo o que ele teve de fazer foi proteger a sua posição da "ameaça" do quinto colocado Vitaly Petrov, que chegou quase um minuto atrás de Massa. “Larguei no lado sujo, e na largada seria quando conseguiria uma posição, mas não deu”, comentou.

Massa também explicou por que não conseguiu ultrapassar Vettel quando o alemão entrou nos boxes para cumprir a punição: “Eu não estava logo atrás do Vettel, nem vi porque foi punido na verdade. O carro não estava ruim. A Red Bull tinha uma vantagem grande, mas nós também tínhamos uma boa vantagem para os outros”, concluiu.

Alonso, por sua vez, teve a chance de vencer quando seguia atrás de Webber com um pit stop de vantagem. Mas o australiano fez uma vantagem muito grande, e parou nos boxes sem perder a posição para o espanhol.

“Eu acho tivemos sorte, estamos com crédito de azar neste ano. Minha largada foi soberba, passei Mark e consegui atacar Vettel”, avaliou Alonso. “Foi bom fazer um domingo sem problemas, sem punições e chegar em segundo foi maravilhoso. Tive que segurar por 40 voltas o Vettel, mas o traçado de Hungaroring ajudou”, acrescentou o espanhol.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host