UOL Esporte Fórmula 1
 
AFP PHOTO / GUILLAUME BAPTISTE

"O Felipe agora está igual passarinho na muda: a penugem está feia, então não canta"

16/08/2010 - 07h00

Galvão diz que Massa "tem de ficar quieto" e revela "racha" com Ayrton

Do UOL Esporte
Em São Paulo

A ligação do narrador Galvão Bueno com o automobilismo não se restringe a ser pai de Cacá e Popó, pilotos da Stock Car. Ele era grande amigo de Ayrton Senna, e até protagonizou um “racha” com o ídolo. Com Felipe Massa, a relação também é profunda. E o locutor fez questão de apoiar o “sumiço” do piloto da Ferrari após a armação no GP da Alemanha.

“O Felipe agora está igual passarinho na muda: a penugem está feia, então ele não canta. Tem de ficar quieto e esperar o tempo resolver isso”, declarou Galvão em entrevista à revista Veja, sobre o episódio em que Felipe Massa deixou Fernando Alonso passar após receber ordens da Ferrari.

De fato, o brasileiro aproveitou a pausa da Fórmula 1 para se “esconder”. A pedido da Ferrari, ele tem evitado aparições na mídia e participação em eventos, para proteger a imagem. Segundo Galvão, Massa chegou a contestar a ordem dada pela escuderia.

“Resistiu até onde pode resistir um ser humano dirigindo um carro a 300 quilômetros por hora, com um carro colado atrás dele. Os caras falando no seu ouvido, a cabeça sem poder parar para pensar direito... Depois que acabou, ele disse o diabo lá dentro da Ferrari”, observou Galvão.

“Racha” com Ayrton

Galvão também falou sobre a sua amizade com Ayrton Senna, e lembrou de um episódio curioso vivenciado com o tricampeão mundial. Ao ser perguntado se já correu de kart com o ídolo, ele negou, mas admitiu coisa bem pior.

“A gente chegou a fazer uns ‘pegas’ na rua. Uma vez, destruímos dois carros no México. Fomos batendo um no outro, do restaurante até chegar no hotel em que estávamos. Os carros ficaram acabados. Foi uma coisa completamente irresponsável. Eu tinha uns 30 e poucos anos e ele, uns 20 e poucos”, revelou.

O narrador admitiu que Senna foi o esportista que mais ficou seu amigo, mas também destacou a boa relação que tem com Rubens Barrichello (“um dos sujeitos mais legais e engraçados que eu já conheci”) e Felipe Massa, que disse ainda o chamar de tio. “Conheci quando ele ainda era molequinho e ficou amigo do meu filho, o Popó, correndo de kart”, explicou Galvão.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host