UOL Esporte Fórmula 1
 
18/08/2010 - 08h27

Fórmula 1 não leva Danica a sério, diz mentor da falida USF1

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Ela é provavelmente a melhor mulher na história do automobilismo, avalia o chefe da USF1

    "Ela é provavelmente a melhor mulher na história do automobilismo", avalia o chefe da USF1

Embora não tenha conseguido realizar o seu sonho de montar uma equipe norte-americana na Fórmula 1, o britânico Peter Windsor diz não entender por que a categoria ignora os talentos radicados nos Estados Unidos. O que mais espanta ele é o fato de Danica Patrick nunca ter sido aproveitada.

“Por que ninguém contratou Danica Patrick há alguns anos? Está além da minha compreensão. Ela é provavelmente a melhor mulher na história do automobilismo em monopostos, é atraente, dedicada, mas ninguém na Fórmula 1 parece levar isso a sério”, declarou o dirigente à revista britânica GPWeek.

Windsor destacou que o apelo de Danica pode ser bom para as montadoras: “Se a BMW corresse com Kubica e ela no ano passado, será que eles teriam menos sucesso? Com certeza, teriam vendido mais carros nos Estados Unidos...”.

Mas, para o comandante do projeto fracassado da USF1, Danica não é a única norte-americana que merece uma vaga na Fórmula 1. Ele cita nomes como Marco Andretti e Ryan Hunter-Reay, da Indy, como talentos ignorados pela principal categoria do automobilismo.

“Fico surpreso com o fato de que a maioria dos times de Fórmula 1 não vai atrás dos jovens talentos norte-americanos. É uma questão de tempo para a categoria voltar aos Estados Unidos, então cadê a intenção de investir em um piloto norte-americano para aumentar as chances de trabalhar com patrocinadores do país?”, questionou Windsor.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host