UOL Esporte Fórmula 1
 
23/08/2010 - 11h21

Diretor da Virgin rebate críticas de Ecclestone e destaca "conforto financeiro"

Das agências internacionais
Em Londres (Inglaterra)

Recentemente, Bernie Ecclestone, o “chefão” da Fórmula 1, indicou uma possível saída da Hispania e da Virgin da categoria no fim deste ano. Graeme Lowdon, diretor-executivo da Virgin, rebateu os comentários pessimistas, falou sobre as condições financeiras da equipe e afirmou que a escuderia estará na temporada 2011.

“Acho que Ecclestone tem, obviamente, o direito de fazer seus comentários sobre várias equipes, mas nós começamos com o nosso trabalho, sabemos o que precisamos fazer. No entanto, talvez devêssemos tê-lo mantido mais informado de como estamos com patrocinadores e investidores, porque não temos quaisquer preocupações ou problemas. Apenas precisamos assumir que ele está falando de outras equipes. Simples assim”, afirmou Lowdon, em entrevista à Autosport.

Ecclestone se referiu às dificuldades financeiras enfrentadas pela Virgin e questionou se a equipe teria condições de se sustentar por mais tempo na Fórmula 1. Lowdon, porém, destacou que a escuderia está tranquila quanto ao gerenciamento de seus gastos.

“O número de patrocínios de que precisávamos era algo no qual sempre estivemos confortáveis. Ao contrário das equipes já estabelecidas, as novatas tiveram que começar literalmente do zero até certo nível, mas estamos muito felizes com isso. E ainda estamos acrescentando patrocinadores e assinando acordos agora, para cobrir o restante desta temporada e as seguintes”, comentou o diretor-executivo da Virgin.

Lowdon reconheceu que a evolução dos carros, pilotados por Lucas di Grassi e Timo Glock, foi mais lento do que o esperado, mas demonstrou otimismo. “Tivemos um início mais lento do que imaginávamos, mas estamos nos recuperando não somente nas pistas, mas em direção àquilo que gostaríamos de ser”, completou.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host