Topo

Fórmula 1

Manifestações políticas no Bahrein mudam local da 1ª etapa da Fórmula 1

AFP
Circuito de Sakhir, no Bahrein, não receberá a primeira prova da F-1 nesta temporada Imagem: AFP

Do UOL Esporte<br>Em São Paulo

21/02/2011 13h13

O GP do Bahrein não irá abrir a temporada 2011 da Fórmula 1. Os organizadores da prova confirmaram nesta segunda-feira que não há condições seguras para que o país, envolto em onda de protestos contra o governo e violência, receba o evento neste momento. Com isso, a primeira etapa do ano passará a ser na Austrália, no dia 27 de março.

ANÁLISE DOS ESPECIALISTAS

Coisa rara, a sensatez venceu o dinheiro na F-1. Leia mais
Medida acertada, melhor para todos os lados.
Leia mais

Então agendado para o dia 13 de março, como abertura da temporada, o GP Bahrein ainda pode ocorrer neste ano -por ora, foi decidido apenas que a corrida não será realizada na data prevista. "Nós sentimos que é mais importante que o país se concentre nos problemas imediatos e de interesse nacional e deixe a Fórmula 1 no Bahrein para ser disputada em uma data posterior", afirma o príncipe Salman bin Hamad Al Khalifa em comunicado oficial.

Bernie Ecclestone já havia destacado que o adiamento era a melhor solução para o Bahrein, que receberia a prova no circuito de Sakhir. Após a confirmação do adiamento, a FIA divulgou comunicado em que dá apoio à decisão do GP do Bahrein. “A decisão é fruto de estreita cooperação entre FIA, Formula One Management [empresa que detém os direitos do campeonato], Federação de Motor do Bahrein e o Circuito Internacional deste país”, destaca o documento.

Neste domingo, Mark Webber foi o primeiro piloto a se posicionar favoravelmente a uma modificação no calendário. O australiano falou após os testes coletivos realizados em Barcelona, na Espanha.

  • Reuters

    Felipe Massa espera que GP do Bahrein ainda seja realizado neste ano Leia mais

“Quando lemos que pessoas estão perdendo a vida, isso quer dizer que é uma tragédia. Por isso, agora não é o melhor momento de ir para lá com um evento esportivo. As pessoas do Bahrein têm coisas mais prioritárias para pensar do que uma corrida de Fórmula 1”, criticou Webber.

O Bahrein passa por um momento de grande instabilidade política. Os protestos contra o governo do país é mais um capítulo da onda de manifestações que tomou conta do Oriente Médio e norte da África.

Novos testes em Barcelona

Com a confirmação de que o Bahrein não receberá a F-1 no dia 13 de março, as escuderias acertaram um novo local para a realização dos últimos testes antes do início da temporada. Os ensaios continuarão em Barcelona e serão realizados entre os dias 8 e 11 de março.