Topo

Fórmula 1

Atual campeão, Vettel começa temporada com a pole para o GP da Austrália

Daniel Munoz/Reuters
Sebastian Vettel comemora exibindo o número 1 após cravar a pole em Melbourne Imagem: Daniel Munoz/Reuters

Do UOL Esporte

Em São Paulo

26/03/2011 04h04

Campeão da temporada 2010 e piloto com o maior número de pole positions, o alemão Sebastian Vettel iniciou o ano novamente com a primeira colocação para o grid para o Grande Prêmio da Austrália ao dominar toda a sessão de classificação e fechar com o tempo de 1min23s529, novo recorde registrado na pista de Albert Park, em Melbourne, deixando o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, em segundo com 0s8 de diferença na primeira fila.

O recorde anterior pertencia a outro alemão, o heptacampeão mundial Michael Schumacher, da Mercedes, que em 2004 cravou sua volta em 1min24s125 quando ainda corria pela equipe Ferrari.

Vettel domina treinos e crava a 16ª pole da carreira
Veja Álbum de fotos

GRID DE LARGADA PARA GP DA AUSTRÁLIA

PilotoTempo
1. Sebastian Vettel (Red Bull)1min23s529
2. Lewis Hamilton (McLaren)1min24s307
3. Mark Webber (Red Bull)1min24s395
4. Jenson Button (McLaren)1min24s779
5. Fernando Alonso (Ferrari)1min24s974
6. Vitaly Petrov (Renault)1min25s247
7. Nico Rosberg (Mercedes)1min25s421
8. Felipe Massa (Ferrari)1min25s599
9. Kamui Kobayashi (Sauber)1min25s626
10. Sebastien Buemi (Toro Rosso)1min27s066
17. R. Barrichello (Williams)sem tempo

Hamilton conseguiu se colocar entre os carros da Red Bull, deixando o australiano Mark Webber com a terceira colocação ao final do Q3, enquanto o inglês Jenson Button garantiu  total superioridade da McLaren sobre a Ferrari ao ficar também à frente do espanhol Fernando Alonso por 0s2.

O brasileiro Felipe Massa teve problemas quando faltava pouco mais de um minuto para o final do Q3 e rodou ao passar com a roda sobre a zebra, mas conseguiu voltar para a pista para tentar uma nova volta rápida e terminou com o oitavo tempo.

Massa já havia dado sustos na primeira parte do treino de classificação e escapou de ficar fora do Q2 nos últimos instantes ao conseguir superar os problemas com sua volta e deixar o alemão Nick Heidfeld, da Renault, entre os últimos colocados.

Logo no início do Q2, foi a vez do brasileiro Rubens Barrichello cometer um erro e escapar da pista na curva três, com o seu carro ficando parado na brita. A escapada custou caro a Barrichello, que ficou fora do restante do treino e terminou com a 17ª colocação.

“Coloquei uma roda na grama, meu carro saiu de traseira, foi um erro meu. O ritmo de classificação estava bem mais alto do que a gente achou que estaria, com o problema no cambio pela manhã a gente perdeu tempo de pista, mas na classificação eu cometi um erro e fiquei fora”, afirmou o brasileiro à TV Globo após a saída.

OPINIÃO DE FÁBIO SEIXAS

"Uma lavada de Vettel. Pole, com direito a novo recorde da pista"

O heptacampeão Michael Schumacher também não conseguiu ir para a última parte do treino e ficou com a 11ª colocação, junto dos estreantes Sergio Perez, Paul di Resta e Pastor Maldonado, além de Jaime Alguersuari, Adrian Sutil e Barrichello.

Experiente, Heidfeld foi a surpresa na lista com os seis carros das equipes que estrearam no ano passado na Fórmula 1, as duplas da Lotus e da Virgin, enquanto o italiano Vitantonio Liuzzi e o indiano Narain Karthikeyan, da Hispania, confirmaram a expectativa após as poucas voltas nos treinos livres e ficaram acima do 107% do tempo permitido no Q1, de 1min31s266, ambos acima de 1min32s.

O GP da Austrália será realizado na madrugada deste domingo. O início da prova está marcado para as 3h (horário de Brasília). A Rede Globo irá transmitir o evento. O UOL Esporte também acompanhará todos os detalhes da corrida.