Topo

Fórmula 1


Cirurgião de Kubica diz que lesão no braço do piloto é permanente

Jose Jorda/AFP
Kubica apresenta carro da Renault para temporada 2011 da F-1, logo antes do acidente Imagem: Jose Jorda/AFP

Do UOL, em São Paulo

27/09/2012 09h26

O cirurgião pessoal do piloto Robert Kubica pôs em dúvida a recuperação do braço direito do polonês, que passou por uma série de operações depois do grave acidente sofrido no começo do ano passado durante uma prova de rali na Itália.

“Infelizmente, nem mesmo uma boa e longa reabilitação poderia levar à recuperação plena da mobilidade da mão de Kubica”, disse o cirurgião Igor Rosello ao jornal polonês Super Express.

O médico participou das operações no braço direito de Kubica e disse que o piloto vem conseguindo participar de competições de rali porque não exigem tanta mobilidade, mas foi cético em relação a um possível retorno à Fórmula 1.

“No momento, é difícil prever se Robert voltará a ser capaz de participar de corridas de Fórmula 1”, completou o médico. A última prova do polonês foi o GP dos Emirados Árabes no final de 2010.

Kubica era piloto da Lotus Renault quando sofreu o acidente no rali Ronde di Andora, na região italiana da Liguria, em fevereiro de 2011. O polonês quase teve a mão amputada devido aos ferimentos.