Fórmula 1

O dia em que Senna derrotou nove campeões com o mesmo carro; assista

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

13/01/2016 06h00

A história dá conta de que o primeiro grande feito de Ayrton Senna na Fórmula 1 foi o segundo lugar no GP de Mônaco de 1984, ano de sua estreia na categoria. Porém, pouco menos de um mês antes, os astros da categoria tinham sofrido uma derrota para o brasileiro, então com 24 anos. E com todos correndo com carros iguais.

Senna entrou de última hora no grid do Mercedes Cup, evento que marcou a inauguração do novo circuito de Nurburgring, na Alemanha, substituindo Emerson Fittipaldi, que estava participando das 500 Milhas de Indianápolis. Em um grid de 20 pilotos, dos quais nove já eram campeões mundiais de F-1, todos utilizaram um Mercedes 190E em uma prova que atraiu cerca de 100 mil pessoas.

O então piloto da Toleman, que havia participado de apenas quatro finais de semana na Fórmula 1 e que tinha como melhores resultados dois sextos lugares na África do Sul e na Bélgica, largou em segundo, atrás daquele que viria a ser seu maior rival na carreira, Alain Prost. Curiosamente, o francês foi buscar o brasileiro no aeroporto na ocasião.

O vídeo oficial da prova, que teve 12 voltas, não mostra a largada, mas Prost afirma que Senna o jogou para fora da pista, fazendo-o colidir com Elio de Angelis. “Foi engraçado porque ele parecia ser muito aberto mas, quando começamos os treinos estávamos lutando pela pole. Vi que ele era muito competitivo. Fiz a pole e ele largou em segundo. Quando estava esperando pela bandeira verde, pensei comigo mesmo: ‘M…, preciso tomar cuidado com esse cara!’”, admitiu Prost anos depois.

O brasileiro seguiu na pista e, mesmo com o asfalto molhado e escorregadio, foi abrindo vantagem e venceu com certa facilidade enquanto, mais atrás, Niki Lauda escalou o pelotão até o segundo lugar, com o argentino Carlos Reutemann em terceiro lugar.

O desempenho fez com que o campeão de 1964, John Surtees, recomendasse a seu ex-chefe, Enzo Ferrari, que ficasse de olho no piloto. “Fiquei muito impressionado. Havia vários ex-campeões e pilotos que seriam campeões que estavam ocupados saindo da pista e fazendo várias chicanes em linha reta. Eles estavam vindo para os boxes e pedindo pneus novos. E havia Senna, atacando as zebras na medida certa, usando toda a pista e nada mais do que isso - e, claro, sendo mais rápido que todos eles. Depois disso escrevi um bilhete para Enzo Ferrari dizendo que, se ele quisesse arrumar sua equipe, deveria contratar Senna”, contou o britânico.

Confira os nomes que participaram da Mercedes Cup em 1984
1º Ayrton Senna (então campeão da F3 e piloto da Toleman na F-1)
2º Niki Lauda (bicampeão do mundo, ganharia o terceiro título naquele ano)
3º Carlos Reutemann (vice-campeão de 1981)
4º Keke Rosberg (campeão de 1982)
5º John Watson (vencedor de 5 GPs)
6º Denny Hulme (campeão de 1967)
7º Jody Scheckter (campeão de 1979)
8º Jack Brabham (tricampeão)
9º Klaus Ludwig (vencedor das 24h de Le Mans)
10º James Hunt (campeão de 1976)
11º John Surtees (campeão de 1964)
12º Phil Hill (campeão de 1961)
13º Manfred Schute (vencedor em Nurburgring)
14º Stirling Moss (quatro vezes vice-campeão)
15º Alain Prost (viria a ser tetracampeão)
16º Udo Schutz (campeão do turismo alemão)
17º Jacques Laffite (vencedor de 6 GPs)
18º Hans Hermann (7º em 1954)
19º Elio de Angelis (vencedor de 1 GP na época)
20º Alan Jones (campeão de 1980)
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo