Topo

Fórmula 1

Mudança nas regras tornará os motores 12% mais barulhentos, diz Williams

Joe Klamar/Getty Images
Imagem: Joe Klamar/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/02/2016 09h42

Atendendo aos pedidos dos fãs, a Fórmula 1 adotará um novo sistema de escapamento que promete aumentar o som dos motores na temporada 2016. Porém, aos que esperam uma revolução, o diretor técnico da Williams, Pat Symonds, faz uma ressalva: o engenheiro calcula que o volume só deva subir em 12%.

O novo sistema separou as saídas: uma contará apenas com os gases do escapamento e uma ou duas, dependendo da opção de cada equipe, servirão para dar vazão à pressão do turbo. Até o ano passado, apenas uma saída era permitida, o que, segundo os engenheiros, causava ressonância e afetava o ruído.

“Algo que os espectadores devem sentir mais diferença é que os motores soarão mais altos. Durante a pré-temporada, podemos esperar mais potência, devido às melhorias da combustão, e isso já iria produzir um pouco mais de barulho mas, mais significativamente, a separação vai fazer diferença”, explicou Symonds.

“Isso não só deve produzir um barulho que deve ser por volta de 12% mais alto do que antes, mas também deve gerar sons dramáticos, os quais todos associamos com os motores turbo de alta performance.”
A pré-temporada da Fórmula 1 começa na segunda-feira, dia 22 de fevereiro. A temporada terá sua primeira etapa na Austrália, dia 20 de março.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!