Fórmula 1

Após chilique em GP, Verstappen diz estar 'quilômetros à frente' de Sainz

Peter Fox/Getty Images/AFP
Imagem: Peter Fox/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

21/03/2016 08h03

O holandês Max Verstappen roubou a cena nas voltas finais do GP da Austrália, pedindo insistentemente para que sua equipe, Toro Rosso, ordenasse uma troca de posições com o companheiro Carlos Sainz, que vinha logo à frente lutando pelo oitavo lugar com Valtteri Bottas. Mas o time não cedeu à pressão e o piloto terminou em décimo.

Após a prova, contudo, o piloto de 18 anos não se disse muito preocupado com o assunto. Afinal, espera estar normalmente “quilômetros à frente” do companheiro nas corridas.

“Honestamente, não sei e não me importo”, disse, quando perguntado se a inversão de posições, que foi prática comum na Toro Rosso na última temporada, vai acontecer neste ano. “Normalmente eu deveria estar quilômetros à frente. Então não deve ter problema.”

Verstappen largou em quinto e passou boa parte da prova segurando Lewis Hamilton, que acabou decidindo mudar de estratégia para superar o holandês nos boxes. Porém, a corrida dos dois pilotos da Toro Rosso acabou sendo comprometida pela bandeira vermelha causada pela batida de Fernando Alonso e Esteban Gutierrez e por uma falha na estratégia da equipe, que optou por fazer uma parada a mais que os rivais diretos.

No final, Sainz fechou em nono e Verstappen em décimo, mas o holandês viu uma oportunidade jogada fora. “Dava para ver claramente. Acho que deveria ter terminado perto do Ricciardo [quarto colocado] se tivéssemos acertado nos pit stops. É claro que estou desapontado com o décimo lugar.”

A bronca de Verstappen é com a maneira como a Toro Rosso fez essa última parada, chamando Sainz - que estava atrás - primeiro. “Eu queria parar, mas não ouvia resposta. E quando parei os pneus não estavam prontos. Mas tudo bem, eu era muito mais rápido. Não estou preocupado de não ter ritmo. Só tive um pitstop ruim e saí atrás”, resumiu.

Perguntado sobre as reclamações do companheiro, Sainz deu de ombros e disse: “Ele reclamou, é? Fazer o quê?”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo