Fórmula 1

Williams se surpreende com rivais e se vê atrás até da Toro Rosso

Rob Griffith/AP
Imagem: Rob Griffith/AP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em São Paulo

27/03/2016 06h00

A Williams começou a temporada de 2016 com a expectativa de, ao menos, manter o posto de terceira grande força do campeonato. Porém, a performance do GP de abertura na Austrália acendeu o sinal de alerta no time de Felipe Massa e Valtteri Bottas: superada pela Red Bull na corrida e pela Toro Rosso na classificação, a equipe se vê como a quinta força. E não esconde a surpresa especialmente com a nova rival.

“Quando fazemos uma avaliação dos carros, nos baseamos em uma margem de erro, porque não temos os dados perfeitos e acabamos subestimando a Toro Rosso”, reconheceu Pat Symonds, diretor técnico da Williams. “É a equipe que realmente supreendeu, os outros estão alinhados com o que as previsões que fizemos.”

Tanto que, além de reconhecer que a Williams não está no nível da Red Bull, Symonds avalia que a escuderia também está atrás do time de Max Verstappen e Carlos Sainz. “No momento, a ordem provavelmente tem a Toro Rosso, nós, e a Force India.”

A força demonstrada pela Toro Rosso também surpreendeu a própria Red Bull, que seguiu usando os motores Renault.

“Dá para ver que é um carro rápido, particularmente em uma volta lançada”, avaliou o chefe da Red Bull, Chrstian Horner. “Lewis [Hamilton] não conseguia passar a Toro Rosso nem na reta, e ele nos passou com mais facilidade. Dá para ver que eles têm um carro competitivo e esperamos que eles sejam rápidos na primeira parte da temporada, antes dos upgrades começarem a chegar.”

Horner se refere às novidades que serão introduzidas ao longo do ano nos motores, às quais a Toro Rosso não terá acesso devido à natureza de seu acordo com a Ferrari, que prevê apenas a venda de motores de 2015.

Após a surpresa de Melbourne, Symonds acredita que a próxima etapa, no Bahrein, dia 3 de abril, dará um quadro mais representativo da relação de forças e espera que as novidades que a Williams vai introduzir no carro ajudem a melhorar o quadro.

“Veremos como as coisas ficarão em uma pista diferente. Estou impaciente para ver o que podemos fazer na próxima corrida, quando chegarão as peças novas. Espero que o pacote aerodinâmico traga os resultados que prevemos.”

Acredita-se que a equipe só consiga levar um novo bico, com o qual espera ter um ganho significativo, ao Bahrein. Nesse caso, a novidade ficaria com Massa, uma vez que o brasileiro está à frente de Bottas no campeonato.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
UOL Esporte
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
AFP
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo