Topo

Fórmula 1

Chefão da F-1 chama pilotos de interesseiros: 'Só querem ganhar dinheiro'

Peter Kneffel/AFP
Imagem: Peter Kneffel/AFP

Do UOL, em São Paulo

04/04/2016 11h36

A recente revolta demonstrada pelos pilotos com o atual estado da Fórmula 1 não vem agradando o chefão da categoria, Bernie Ecclestone. Para o dirigente, não é papel deles dar opiniões sobre como o esporte deveria ser dirigido.

“Qual é o interesse dos pilotos além de tirar dinheiro do esporte? Nunca vi nenhum deles investir nenhum dólar. Você vai jantar com eles e eles sequer pagam a conta. Não deveria ser permitido que eles falassem. Eles deveriam entrar no carro e pilotar.”

Nas últimas semanas, liderados pelos campeões do mundo, os pilotos têm feito uma série de críticas à Fórmula 1, que vão desde à necessidade de poupar equipamento durante as corridas, impedindo que eles forcem o ritmo o tempo todo, até a decisão unilateral da FIA de mudar o sistema de classificação.

Por meio de sua associação, a GPDA, os pilotos chegaram a formalizar suas reclamações em uma carta, pedindo mudanças na forma como as alterações nas regras são feitas e pedindo para ter maior participação.

Para o dirigente, a solução para os atuais impasses da categoria é simples: retirar as equipes do processo decisório. “Talvez o que devêssemos fazer é permitir que a FIA escrevesse as regras e perguntar se as equipes querem entrar no campeonato. Não deveríamos pedir a opinião deles, só se eles querem entrar no campeonato.”

Atualmente, o chamado Grupo de Estratégia, no qual a FIA, Ecclestone e as cinco melhores equipes do campeonato têm direito a voto, é quem define a maior parte das regras. Quando existe a necessidade de mudar algo durante a temporada, como no caso do atual impasse a respeito do treino classificatório, é necessário ter unanimidade entre todas as equipes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!