Topo

Fórmula 1

Baladeiro, Raikkonen se dá melhor até nas corridas quando são na 'night'

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

06/04/2016 06h00

O segundo lugar de Kimi Raikkonen no GP do Bahrein deu continuidade a uma estatística, no mínimo, curiosa: há dois anos e meio, desde outubro 2013, o finlandês, que nunca fez questão de esconder seu gosto pela noite, só sobe ao pódio em corridas noturnas.

O campeão de 2007 não apenas tem fama de baladeiro, como admite que prefere correr no entardecer. “As corridas noturnas significam que eu posso acordar mais tarde”, comemora o piloto da Ferrari, que foi ao pódio em todas as três etapas à noite disputadas ano passado, sendo segundo colocado no Bahrein, e terceiro em Cingapura e Abu Dhabi. Em 2014, o piloto não chegou entre os três primeiros em nenhuma corrida.

O ‘casamento’ de Kimi com as provas noturnas começou antes mesmo que elas entraram no calendário. Então defendendo o título mundial, o piloto foi um dos poucos a apoiar a realização do GP de Cingapura de 2008, o primeiro a ser realizado com luz artificial na história da categoria. “Eu prefiro a noite do que o dia, então isso deve combinar comigo”, comemorou na época.

Os primeiros anos em Cingapura, contudo, não lhe deram sorte: Raikkonen foi 15º e, 2008 e 10º em 2009, antes de ser demitido pela Ferrari e passar dois anos fora da categoria.

A história mudou quando o finlandês retornou, correndo pela Lotus, em 2012. Nessa época, a Fórmula 1 já tinha duas corridas noturnas - Cingapura e Abu Dhabi - e Raikkonen conquistou sua primeira vitória após a volta justamente nos Emirados Árabes.

Desde 2014, a prova do Bahrein também começou a ser disputada à noite, tendo Kimi no pódio em duas das três edições disputadas.
No que depender do campeão de 2007, mais GPs poderiam adotar o horário. “É sempre um desafio diferente em relação às corridas normais. Começamos com o pôr-do-sol [em Abu Dhabi e no Bahrein] e terminamos com luz artificial. É diferente, interessante e espetacular para nós e para os fãs”, defende.

Seguindo sua ‘tradição’, a próxima chance de Raikkonen mostrar que se sente à vontade correndo à noite será apenas em setembro, no GP de Cingapura.

O segundo lugar de Kimi Raikkonen no GP do Bahrein deu continuidade a uma estatística, no mínimo, curiosa: há dois anos e meio, desde outubro 2013, o finlandês, que nunca fez questão de esconder seu gosto pela noite, s","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1920x1080;1920x1280","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/8f/2016/04/05/kimi-raikkonen-da-ferrari-durante-o-gp-do-bahrein-1459875873478_615x300.jpg","type":"","titulo":"","credito":"Mark Thompson/Getty Images"},"date":"06.04.2016 06h00","kicker":"UOL Esporte - F-1"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!