Fórmula 1

Após toque, Vettel se irrita com 'torpedo' Kvyat e bate boca com russo

MOHAMMED AL-SHAIKH/AFP
Imagem: MOHAMMED AL-SHAIKH/AFP

Do UOL, em São Paulo

17/04/2016 05h41

Sebastian Vettel terminou o GP da China em segundo lugar, recuperando-se após uma corrida que começou complicada com um toque logo na primeira curva com o próprio companheiro Kimi Raikkonen, que danificou a asa dianteira de ambos. Porém, mesmo com o resultado, o alemão se mostrou revoltado com Daniil Kvyat, que considerou o culpado pela batida.

O russo da Red Bull, terceiro na prova, por sua vez, se mostrou surpreso pela bronca do ferrarista enquanto os dois aguardavam para entrar no pódio em Xangai.

“Estou te perguntando o que aconteceu na largada? Se eu não tivesse ido para a esquerda, você ia bater em todos e nós três iríamos sair da corrida”, questionou o alemão. “Bem, eu estava…”, começou a responder o russo. “Não tem ‘bem’, você parecia um torpedo!”

Kvyat argumentou que as corridas são assim, mas Vettel não se convenceu. “Sim, as corridas são assim, mas se eu mantiver a linha a gente bate”, argumentou. “Então não mantenha a linha!”, respondeu Kvyat. “Não posso ver os três carros, cara. Só tenho dois olhos.”

Ainda não convencido das explicações, Vettel disse que o piloto da Red Bull “tem de escolher, pois vai bater se continuar assim.” Mas Kvyat o lembrou que “ambos estamos no pódio, então está tudo bem”. Ainda irritado, o ferrarista lembrou que “você precisa lembrar que quando ataca desta maneira meio louca, você danifica o carro. Desta vez, teve sorte, o dano ficou com o Kimi.”

No pódio, os dois evitaram se cumprimentarem, e Kvyat voltou a se defender do incidente, que não chegou a ser investigado pelos comissádios. “Quando você vê o espaço, você vai. Foi uma manobra arriscada, concordo com o Seb. Mas quando você quer ir para o pódio, precisa fazer manobras arriscadas como esta. Estou no pódio e ele também, então está tudo bem. Vou continuar fazendo essas manobras arriscadas.”

Vettel, por sua vez, seguiu reclamando. “Fiquei surpreso. Kvyat veio com tanta velocidade que eu tive de virar para a esquerda para evitá-lo, e não consegui evitar tocar em Kimi.”

Raikkonen, por sua vez, perdeu muito tempo ao ter de trocar a asa dianteira após o choque, mas conseguiu se recuperar e terminou a prova na quinta colocação.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo