Fórmula 1

Resultados da Williams despencam nos 3 primeiros GPs. Entenda os motivos

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

19/04/2016 06h00

A relativa animação da Williams na pré-temporada, quando o dono Frank Williams bradava que o time tinha “solidificado seu lugar de volta entre os grandes”, se tornou preocupação após um rendimento abaixo do esperado nas três primeiras etapas do campeonato. Se a expectativa inicial era continuar como terceira força, atrás apenas de Mercedes e Ferrari - eventualmente, lutando com os italianos - agora a equipe de Felipe Massa e Valtteri Bottas tenta reagir para não ser superada por Toro Rosso e Force India.

Os números deste início de temporada deixam clara a queda de rendimento. O time começou 2015 somando 48 pontos nas três primeiras corridas - mesmo tendo disputado o GP da Austrália com apenas um carro, devido a uma lesão de Bottas - hoje só tem 29. E, em todos os GPs até aqui, foi superado pelas Red Bull na classificação final.

Massa, que tem um quinto, um sexto e um oitavo lugares - contra um quarto, um quinto e um sexto do início de 2015 - é o primeiro a reconhecer que “seria bom ter dois ou três décimos a mais por volta.” Já o diretor de performance, Rob Smedley, afirma que o time “não está nem perto de onde deveria estar.”

Mas, depois de dois anos consolidada como terceira força, por que a Williams caiu? Seriam três os motivos principais:
 

1. Menos vantagem na potência: o grande pulo do gato para a Williams sair do meio do pelotão para voltar a lutar por pódios foi a parceria com a Mercedes, dona do melhor motor da F-1 desde a mudança de regras de 2014. Porém, a vantagem inicial dos propulsores alemães já não é a mesma, haja vista a relativa dificuldade de Lewis Hamilton escalar posições especialmente no GP da China.

2. Carro com pouca pressão aerodinâmica: com um orçamento bem inferior a times como Mercedes, Ferrari ou Red Bull, a Williams vem tentando ser eficiente nas novidades que traz para o carro. Porém, nem tudo o que foi colocado no modelo deste ano funcionou e falta pressão aerodinâmica ao modelo, algo que fica evidenciado pela dificuldade de manter um bom ritmo com o pneu médio, o menos aderente entre os utilizados até agora no campeonato.

3. Táticas erradas: este problema não é de hoje. A Williams vem se notabilizando nos últimos anos por adotar estratégias muito conservadoras e por evitar mudar um plano estabelecido durante a prova. E, como o rendimento já não é o mesmo e o grid está mais próximo, os erros - como na tática de Massa no Bahrein - acabam custando mais caro.

Mas Smedley vê uma luz no fim do túnel. Para o engenheiro, a Williams pode encontrar alguns décimos apenas ao acertar melhor o carro. “Já demos passos importantes em relação a isso do Bahrein para a China e temos de continuar na mesma direção.” A próxima chance será dia 1º de maio, no GP da Rússia.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo