Fórmula 1

'Não tenho dúvidas de que tinha ritmo para vencer', cutuca Lewis Hamilton

Dan Istitene/Getty Images
Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

01/05/2016 11h53

Nico Rosberg dominou o GP da Rússia de ponta a ponta para vencer pela sétima vez seguida e chegar aos impressionantes 100 pontos no campeonato, abrindo 43 de vantagem para o companheiro Lewis Hamilton após quatro etapas disputadas em 2016. Porém, o inglês, que terminou em segundo após largar em décimo, deixou claro após a prova que tinha ritmo para vencer com uma melhor posição de largada.

Hamilton e Rosberg andaram muito próximos um do outro durante todo o final de semana, até que o inglês teve um problema em sua unidade de potência na segunda parte da classificação. “Não há dúvida alguma na minha cabeça de que poderia ganhar esta corrida”, declarou Hamilton após a prova.

O inglês ganhou cinco posições na largada. Depois, ultrapassou Felipe Massa, Kimi Raikkonen e Valtteri Bottas na pista para chegar ao segundo posto e começar a diminuir a vantagem de Rosberg. Porém, a equipe o instruiu a diminuir o ritmo devido a um vazamento de água.

“Tinha ritmo, mas aí tive que tirar o pé porque tivemos um problema no motor. Depois não pude mais acelerar tudo nas retas para poder chegar.”

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, explicou que ambos os carros tiveram dificuldades durante o GP. “Tivemos algumas preocupações com ambos os carros durante a corrida”, disse à Sky Sports. “Tivemos um problema de vazamento de água no carro de Lewis, o que se estabilizou quando ele desacelerou um pouco. No outro carro, estávamos recebendo alguns sinais estranhos da unidade de potência.”

O dirigente chegou a dizer que o vazamento no carro de Hamilton pode ter, inclusive, estragado seu motor. O inglês tem tido uma série de problemas com a unidade de potência e já utilizou duas delas até aqui. Cada piloto tem direito a cinco unidades durante a temporada.

Rosberg, por sua vez, defendeu bem sua terceira pole position na Rússia e venceu pela primeira vez em Sochi, correndo sozinho por todo o tempo. O alemão, contudo, espera que os dias de tranquilidade na ponta estejam contados. “Lewis vai dar a volta por cima, com certeza. Ele está mais motivado do que nunca.”

A próxima etapa da Fórmula 1 será disputada em duas semanas, na Espanha.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo