Topo

Fórmula 1

Ritmo na Rússia surpreende a Williams: 'Estamos mais perto da Ferrari'

Clive Mason/Getty Images
Williams deixou a Red Bull para trás na Rússia Imagem: Clive Mason/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/05/2016 11h52

A Williams foi para o GP da Rússia focada em bater a Red Bull. E acabou surpresa com o ritmo obtido em relação à Ferrari. Felipe Massa e Valtteri Bottas protagonizaram a melhor classificação da equipe desde o GP da Grã-Bretanha, em julho do ano passado, e conquistaram o melhor resultado do ano na corrida.

Mesmo que a melhor Williams tenha sido a de Bottas, quarto, a 19s da Ferrari de Kimi Raikkonen, o resultado foi comemorado pelo chefe de performance, Rob Smedley.

“Temos de ser razoavelmente pragmáticos em relação a isso e entender de onde estamos vindo em relação à Ferrari. O ritmo deles foi muito bom nas primeiras corridas e acho que, se você olhar o ritmo puro na corrida, estamos nos aproximando deles novamente. Sabíamos, contudo, que seria difícil batê-los”, disse o profissional em entrevista coletiva após o GP da Rússia.

“Nossa principal meta era bater a Red Bull, o que fizemos de maneira tranquila, mas acho que o que podemos tirar dessa corrida de positivo é que estamos mais próximos da Ferrari e isso é algo positivo.”

A Williams já esperava um resultado positivo na Rússia devido às características da pista, mas a equipe também avalia que as mudanças trazidas para Sochi foram fundamentais para a melhora do desempenho.

“Como sempre, nunca existe apenas um motivo”, afirmou Smedley. “Definitivamente, é uma pista boa para nosso carro, mas não tanto já foi no passado, então não esperávamos chegar aqui e ter uma grande vantagem em relação à Ferrari, ainda que esse fosse o caso em relação à Red Bull.”

“Então, na comparação com a Ferrari, as duas coisas que estão funcionando para nós aqui são os upgrades que trouxemos para o carro, que estão definitivamente funcionando, e o fato de termos conseguido fazer os pneus funcionarem”, explicou o engenheiro. “Fazer especialmente os pneus dianteiros funcionarem, o que foi um grande problema para outras equipes, foi algo que conseguimos fazer.”

A Williams foi para o GP da Rússia focada em bater a Red Bull. E acabou surpresa com o ritmo obtido em relação à Ferrari. Felipe Massa e Valtteri Bottas protagonizaram a melhor classificação da equipe desde o G","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1920x1080;1920x1178","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/11/2016/04/29/felipe-massa-da-williams-durante-os-treinos-livres-do-gp-da-russia-1461935457123_615x300.jpg","type":"","titulo":"Williams deixou a Red Bull para trás na Rússia","credito":"Clive Mason/Getty Images"},"date":"03.05.2016 09h37","kicker":"UOL Esporte - F-1"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!