Topo

Fórmula 1

Hamilton se desculpa e Rosberg mostra irritação após batida: 'GP era meu'

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Barcelona (ESP)

15/05/2016 13h39

Um erro de Nico Rosberg no ajuste de seu volante e uma decisão equivocada de Lewis Hamilton na hora de escolher o lado para tentar a ultrapassagem acabaram com a corrida dos dois pilotos da Mercedes após apenas três curvas no GP da Espanha. Tanto os comissários, quanto o chefe Toto Wolff trataram a batida como “incidente de corrida”, mas o piloto alemão não escondeu a irritação por acreditar que foi tirado de uma corrida que estava quase ganha.

“Lewis se desculpou. Ele entrou na sala e disse ‘me perdoe por ter desapontado vocês’. Não lembro exatamente do que Nico disse, mas ele falou que entendia que era difícil para a equipe”, afirmou Wolff, ouvido pelo UOL Esporte, e emendou: “Não vou falar mais, não vou dar a manchete para vocês.”

O dirigente explicou que Rosberg havia esquecido de mudar um dos ajustes em seu volante antes da largada e, por isso, estava com menos potência em seu motor. Isso explica a grande diferença de velocidade entre os dois carros e acabou causando o acidente.

“Saindo da curva três, Lewis tinha mais velocidade e Nico fechou a porta no que parecia uma manobra limpa e Lewis escolheu ir por aquele lado. Foi um incidente de corrida muito infeliz causado por vários motivos. Nico estava com um ajuste diferente e isso explica por que foi um acidente tão rápido. Os dois tiveram de tomar uma decisão numa questão de segundos.”

Rosberg, por sua vez, acredita que fez todo o possível para evitar a batida. “É duro porque a corrida estava na minha mão. Eu sabia onde ele estava e me certifiquei de que não havia espaço. Quando vi que ele estava se aproximando, me movi da maneira mais rápida possível, fechei a porta, para ele não tentar ir por dentro. Qualquer piloto teria feito o mesmo e me surpreendeu que ele tenha tentado mesmo assim”.

Já Hamilton disse se sentir mal pela equipe pelos 43 pontos perdidos com a possível dobradinha. “Me desculpo pela minha parte, da mesma forma que eles se desculparam quando tive os problemas com o motor. Estou desapontado.”

A batida marcou mais um capítulo do ano difícil de Hamilton até aqui. O inglês ainda não teve um final de semana limpo até aqui e ocupa apenas a terceira posição no campeonato, a 43 pontos de Rosberg, que lidera.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!