Fórmula 1

Estreia de pneu ultramacio pode fazer a Fórmula 1 bater recorde em Mônaco

Lars Baron/Getty Images
Imagem: Lars Baron/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Monte Carlo (MON)

26/05/2016 09h25

Um pneu feito especialmente para Mônaco. E que deve permitir que os pilotos andem tão rápido quanto na época dos motores V10. É esta a expectativa para a estreia do composto ultramacio, de cor roxa, que a Pirelli promove neste final de semana no Principado.

“Ficaria surpreso se os tempos não baixarem bastante em relação ao ano passado porque os pneus devem nos dar mais aderência e também serão mais fáceis de aquecer”, avaliou Carlos Sainz, da Toro Rosso, ouvido pelo UOL Esporte.

“Acho que a Mercedes deve chegar a 1min13, ou seja, chegando perto dos tempos de 2004 e 2005. Estou animado para isso porque vamos poder forçar mais, poderemos chegar mais perto do limite nesta pista e fazia tempo que não era assim.”

Sainz se refere a um período considerado por muitos pilotos como aquele em que a Fórmula 1 teve os melhores carros, com grande aderência vinda da aerodinâmica e motores potentes. Não por acaso, a maioria dos recordes de pista é de 2004 e 2005. Em Mônaco, a pole mais rápida foi de Kimi Raikkonen em 2005, com 1min16s6.

Um dos motivos para o pneu fazer tanta diferença é do fato do composto mais macio ser mais fácil de aquecer, como explicou Felipe Massa.

“Sabemos que, para Mônaco, quando mais mole o composto, melhor. Então esperamos que o ultramacio seja muito melhor do que o macio e o supermacio, que eram difíceis de aquecer. Vamos ter que pegar o jeito desse pneu o mais rápido possível para entender a estratégia certa no domingo.”

A experiência de Massa com este tipo de composto era mínima antes dos treinos livres desta quinta-feira em Mônaco: o piloto só havia dado uma volta com o ultramacio. Já Felipe Nasr nunca tinha andado com a novidade. “Não sei se o pneu vai nos ajudar ou não.  Depende de como o carro vai estar porque a gente nunca testou com esse pneu”, avaliou.

Mesmo com a velocidade extra, a Pirelli não espera que os pneus tenham grande desgaste devido à falta de abrasividade do asfalto em Mônaco. Assim, a expectativa é de que o composto dure cerca de 40 voltas na corrida, permitindo que os pilotos completem as 78 voltas com apenas uma parada.

O GP de Mônaco tem classificação às 9h pelo horário de Brasília. A largada está marcada para o mesmo horário, no domingo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
UOL Esporte
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
AFP
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog do Carsughi
Da Redação
UOL Carros
Blog do Carsughi
Blog do Carsughi
Topo