Fórmula 1

Troca de farpas do ano passado ajudou a Renault a crescer, diz Red Bull

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em Barcelona (ESP)

02/06/2016 06h16

Bastaram alguns bons resultados e as farpas públicas que Renault e Red Bull trocaram nas últimas duas temporadas se tornaram declarações positivas - e uma renovação por dois anos da parceria, anunciada no último final de semana. Porém, para o chefe da equipe austríaca, Christian Horner, foram justamente as críticas que ajudaram os franceses a se reerguer.

A Renault ficou devendo no desenvolvimento de seu motor desde a introdução das atuais unidades de potência híbridas V6 turbo, em 2014. Desde então, a Red Bull, que fora tetracampeã consecutiva de construtores e pilotos nos anos anteriores, venceu apenas quatro corridas. No entanto, o maior investimento a partir deste ano depois que os franceses voltaram a ter sua própria equipe na F-1 e uma reestruturação da fábrica em Viry ajudaram a melhorar o rendimento do motor.

“Houve uma grande reestruturação em Vity e as pessoas certas estão nos lugares certos”, disse Horner à Autosport. “Eles têm bons consultores, contrataram de forma inteligente, então a mudança em relação a 12 meses atrás é uma culminação de fatores que se juntaram. Havia uma tensão, mas gostaria de pensar que, de certa forma, essa tensão gerou mudança, e essa mudança foi para melhor.”

Por isso, Horner diz não se arrepender das duras críticas feitas à Renault no passado. Em meados de 2015, o consultor Helmut Marko chegou a dizer que o time tinha rompido com os franceses, mas teve de voltar atrás porque nenhuma outra montadora quis contratar a Red Bull.

“O mais importante é que houve uma reação, e essa reação foi positiva. Os caras estão fazendo um trabalho muito forte agora, e passo a passo podemos ver o progresso chegando.”

Na última corrida, em Mônaco, a Renault trouxe uma atualização significativa em seu motor, que pode dar até meio segundo por volta de acordo com os franceses. Outra boa notícia para a Red Bull é que sua fornecedora é quem tem o maior número de fichas de desenvolvimento ainda disponíveis: são 21, contra 14 da Honda, 11 da Mercedes e apenas 6 da Ferrari.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo