Topo

Fórmula 1

Pressionadas pela Renault, rivais devem 'turbinar' seus motores no Canadá

Mark Thompson/Getty Images
Ferrari andou atrás da Red Bull, equipada com motor Renault, nas últimas duas etapas Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Do UOL, em Barcelona (ESP)

07/06/2016 06h12

O sucesso da atualização do motor Renault, que estreou no GP de Mônaco, pressionou as rivais a levarem novidades para o GP do Canadá, que será disputado neste final de semana. Considerada uma das pistas em que a potência é mais importante no calendário, o circuito Gilles Villeneuve deve ser palco de alterações nas unidades de potência de Ferrari, Mercedes e Honda.

Os italianos devem trazer as maiores melhorias. Desde o início do ano, foi percebida uma deficiência no turbo que faz com que a potência não possa ser totalmente usada quando o MGU-H - unidade de recuperação de energia calorífica, ligada ao turbo - está carregando. Isso afeta o carro especialmente durante as corridas, pois os pilotos usam o motor em seu potencial máximo por menos tempo. A mudança feita no turbo para o GP do Canadá visa acabar com essa deficiência.

Porém, segundo a imprensa italiana, a mudança trará um custo importante para a Ferrari: a FIA não teria atendido ao pedido dos italianos para fazer a alteração sem gastar fichas de desenvolvimento e os italianos tiveram de usar 3 tokens. Caso isso se confirme, a montadora passa a ter apenas mais 3 fichas para gastar ao longo da temporada.

Na Mercedes, as mudanças devem ser menores, apenas buscando proteger a estabilidade do rendimento do motor. A próxima evolução em termos de potência é esperada apenas para o final de agosto, no GP da Bélgica.

A Honda, por sua vez, vai mexer na parte elétrica do motor e também deve gastar fichas de desenvolvimento. A intenção é otimizar o fornecimento de energia elétrica na unidade de potência. Os japoneses ainda possuem 14 dos 32 tokens disponíveis para a temporada.

O sucesso da atualização do motor Renault, que estreou no GP de Mônaco, pressionou as rivais a levarem novidades para o GP do Canadá, que será disputado neste final de semana. Considerada uma das pistas em que a pot&ec","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1920x1080;1920x1279","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/f2/2016/05/26/daniel-ricciardo-da-red-bull-e-kimi-raikkonen-da-ferrari-nos-treinos-livres-do-gp-de-mon-1464266980439_615x300.jpg","type":"","titulo":"Ferrari andou atrás da Red Bull, equipada com motor Renault, nas últimas duas etapas","credito":"Mark Thompson/Getty Images"},"date":"07.06.2016 06h12","kicker":"UOL Esporte - F-1"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!