Topo

Fórmula 1

Raikkonen quer renovar com a Ferrari, mas tem rivais de olho na vaga

Charles Coates/Getty Images
Imagem: Charles Coates/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Montreal (CAN)

10/06/2016 06h00

Uma das vagas mais cobiçadas para o ano que vem é a de Kimi Raikkonen na Ferrari. Apesar de estar fazendo seu melhor início de temporada desde 2013, quando estava na Lotus, o finlandês convive com a indefinicação a respeito de seu futuro.

Desde que acertou seu retorno para a Ferrari, no final de 2013, Raikkonen tem assinado contratos apenas anuais. A renovação com o piloto mais velho do grid, que faz 37 anos em outubro, chegou a surpreender ano passado e, mesmo que seus desempenhos tenham sido melhores nesta temporada, os rumores sobre quem poderia substituí-lo já começaram, mesmo com o chefe dos italianos, Maurizio Arrivabene, tendo dito recentemente que está contente com a atual dupla de pilotos.

O campeão de 2007, por sua vez, garante que quer continuar na Scuderia. “A decisão não é minha. Estou feliz trabalhando com a equipe, sinto que estou ajudando e vamos ver o que vai acontecer. Parece que vocês sabem mais do que eu”, disse aos jornalistas em Montreal, onde se prepara para a sétima etapa da temporada.

Candidatos
Na última semana, aumentaram os rumores sobre os possíveis substitutos de Raikkonen. Sergio Perez, atualmente na Force India, e Romain Grosjean, da Haas, se mostraram animados com a possibilidade de correr por uma equipe grande.

“Não sou eu quem decide. Claro que eu gostaria, mas não penso nisso e estou focado em fazer com que a Haas cresça e se torne competitiva. Mas se eu recebesse uma ligação de Maranello, estaria contente em dizer sim”, disse o francês à Gazzetta dello Sport. “Um dia espero ter uma grande oportunidade como a de Max Verstappen [na Red Bull].”

Já Perez tem de conviver com as dúvidas devido ao ano ruim que teve com a McLaren em 2013. “Honestamente, não ficaria triste [se não tivesse outra oportunidade em um time grande]. Se acontecer, seria muito bom para mim estar em um carro que me dê oportunidade de vencer. No momento, só tenho que pensar no que posso fazer para conquistar o máximo que posso por minha equipe.”

Os treinos livres para o GP do Canadá começam nesta sexta-feira, com duas sessões de 1h30 a partir das 11h e das 15h pelo horário de Brasília. A terceira sessão começa também às 11h do sábado. A classificação será disputada a partir das 14h e a corrida tem largada às 15h do domingo.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!