Fórmula 1

Massa vê GP propício para se livrar de marca incômoda contra companheiro

Melzer/ullstein bild via Getty Images
Imagem: Melzer/ullstein bild via Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Montreal (CAN)

11/06/2016 06h00

Mesmo em uma temporada na qual a Williams se afastou da briga pelos pódios, Felipe Massa tem contribuído para a pontuação da equipe, sendo o único piloto do grid a ter pontuado em todas as seis etapas até aqui e conquistando 37 pontos no total, contra 29 do companheiro Valtteri Bottas. Mas se há um ponto em que o brasileiro reconhece que tem de melhorar é na classificação: até aqui, o placar aponta 5 a 1 a favor do finlandês.

Questionado pelo UOL Esporte sobre o que falta para bater o companheiro, Massa disse que não há um motivo particular.

“Ele se deu um pouco melhor nas classificações do que eu. Lógico que sempre estamos brigando por diferenças pequenas. Então o que tenho de fazer é tentar melhorar porque, sem dúvida, é um ponto importante no qual eu tenho de melhorar”, reconheceu.

“Tenho de me concentrar para fazer a volta perfeita na classificação. A gente sabe que largar na melhor posição possível é importantíssimo. Manter o ritmo que eu tenho conseguido nas corridas é importante, mas tentar melhorar a performance na classificação é o que eu estou tentando fazer.”

Massa lembra que seria especialmente importante conseguir essa volta perfeita na classificação que começa às 14h pelo horário de Brasília. Afinal, os treinos livres mostraram que a Williams está em uma apertada briga com Toro Rosso, Force India e McLaren. Nos treinos de sexta-feira, apenas quatro décimos dividiram 10 pilotos.

“Estamos nessa briga. Sabemos que é uma briga importante em que, se você não fizer uma boa volta, a chance de perder cinco ou sete posições é grande. Então temos de lutar para ter um carro competitivo na classificação”.

Apesar do placar elástico a favor de Bottas, a diferença média entre o finlandês e Massa tem sido de apenas 247 milésimos, menos do que nas temporadas anteriores em que os dois estiveram juntos na Williams: em 2014, o placar em classificações ficou em 11 a 8 para Bottas, com diferença média de 436. No ano seguinte, o finlandês foi mais rápido em 13 das 19 corridas, com 401 milésimos de vantagem, em média.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Topo