Fórmula 1

Após 'alarmes falsos', McLaren começa a assustar rivais no GP do Canadá

Lars Baron/Getty Images
Imagem: Lars Baron/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Montreal (CAN)

13/06/2016 06h00

Desde que a parceria com a Honda teve início, na temporada passada, constantemente a McLaren tem prometido entrar na briga por pontos em todas as etapas. Porém, com a atualização da unidade de potência que estreou no último final de semana, no GP do Canadá, o time de Fernando Alonso e Jenson Button dá a impressão de que finalmente começou a incomodar as outras equipes do meio do pelotão.

É o que defende Carlos Sainz, da Toro Rosso. O espanhol lembrou que é especialmente significativo que a McLaren tenha conseguido se manter no top 10 por todo o final de semana em uma pista na qual a deficiência de potência do motor fica mais clara, indicando que a melhora obtida é real.

Para a sétima etapa do campeonato, a Honda gastou suas primeiras fichas de desenvolvimento da temporada, atuando na melhoria da eficiência dos sistemas de recuperação de energia.

“Acredito que, se eles já estão na frente em uma pista como a do Canadá, eles estarão na frente em todas as pistas”, prevê Sainz. “Então agora eles entraram na briga e o meio do pelotão fica cada vez mais apertado. Era de se esperar que a Force India seria forte em Montreal, mas em lugares como Silverstone e Hungria, a McLaren e nós podemos batê-los. Acho que o meio do pelotão vai ser assim pelo resto do ano e estaremos no meio desta batalha.”

Um pouco mais à frente em termos de desempenho, a Williams não se sente ameaçada pelo crescimento da McLaren. Ou pelo menos por enquanto, como salientou Felipe Massa.

“Por enquanto, não”, disse o brasileiro, perguntado se acreditava que sua equipe está lutando com o time inglês. “Acho que estamos conseguindo colocar os dois carros na frente da McLaren com certa tranquilidade, assim como estamos na frente da Force India. Ainda estamos bem em relação a estas equipes que estão atrás da gente no campeonato.”

Em Montreal, a Williams demonstrou ter se aproximado das equipes da frente, com Valtteri Bottas conquistando um pódio. Já a McLaren acabou não pontuando, com Fernando Alonso optando pela estratégia de uma parada e sofrendo com o desgaste dos pneus, enquanto Jenson Button abandonou. Porém, a performance de todo o final de semana mostrou que, desta vez, a melhora é real. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Blog do Carsughi
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo