Fórmula 1

Hamilton pede mudanças na zebras na Áustria ?antes que alguém se machuque?

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Spielberg (AUT)

02/07/2016 11h02

Mesmo após fazer a pole position para o GP da Áustria, Lewis Hamilton se mostrou descontente com as novas zebras do circuito de Spielberg. Durante a definição do grid, Daniil Kvyat bateu em decorrência de uma quebra de suspensão causada pelas zebras, algo que já havia acontecido nos treinos livres com Nico Rosberg e Max Verstappen.

Hamilton pediu que sejam feitas alterações antes da corrida, que terá largada às 9h pelo horário de Brasília. O grande problema são as partes amarelas, mais altas, presentes nas zebras de algumas curvas.

“Não posso falar para outros pilotos, mas na minha opinião aquelas zebras amarelas são muito perigosas e já vimos alguns incidentes. Não sei mais quantos vão ser necessários para um carro ir parar no muro e alguém se machucar. Tenho certeza de que Charlie [Whiting, diretor de corridas] e a FIA estão de olho, mas é definitivamente uma área que poderiam melhorar”, declarou o inglês.

Uma das vítimas das zebras neste final de semana foi Daniil Kvyat, que bateu na classificação. “Elas precisam ser modificadas porque são muito ásperas. Quando você estava na grama e na brita sabemos o que vai acontecer, porque são coisas previsíveis, mas quando uma suspensão quebra, você não sabe o que pode acontecer.”

Massa revela permissão especial
Um dos motivos para as quebras é a leniência da FIA em relação ao respeito das linhas brancas que delimitam a pista, algo que está acontecendo especialmente neste final de semana, como revelou Felipe Massa.

“Acho que está acima do limite do aceitável por alguns motivos. Todos os carros estão saindo para fora da pista com as quatro rodas. Em qualquer outra pista, isso não é permitido, mas aqui a FIA liberou. Foi a pergunta que eu fiz na reunião dos pilotos porque, na GP2, vi todos os carros indo para fora. Se você libera isso, dá a chance do piloto procurar qualquer caminho e pegar uma zebra que foi feita de uma maneira que pode quebrar o carro. Talvez a solução seria não deixar sair com as quatro rodas.”

Felipe Nasr foi no mesmo caminho. Para o brasileiro, cabe aos pilotos ‘se comportarem’ na pista. “Estava claro desde os treinos livres que a gente tinha que ficar longe dessa zebra amarela, mas na classificação você está andando mais forte e pode acabar tocando. Fica a dica para a corrida, temos que evitar essas zebras. Com certeza eles vão estudar uma mudança. Mas é difícil mudar alguma coisa já para amanhã. Acho que o jeito será ficar longe delas.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Redação
Redação
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Topo