Fórmula 1

Rivais pedem que Mercedes libere briga entre pilotos: Não vão perder título

F-1/Oficial
Imagem: F-1/Oficial

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Silverstone (ING)

08/07/2016 15h00

A Mercedes decidiu estabelecer um novo código de conduta para tentar acabar com a sequência de toques entre seus dois pilotos, o líder do campeonato Nico Rosberg e o vice Lewis Hamilton, depois dos dois se encontrarem na Espanha, Canadá e Áustria.

Sem especificar exatamente quais os limites, mas garantindo que os pilotos ainda podem brigar na pista, a Mercedes falou em “punições financeiras e esportivas”. Afinal, o time está descontente com os pontos perdidos nas últimas provas.

Para Felipe Massa, contudo, talvez não exista a necessidade de interferir, uma vez que a vantagem da Mercedes no campeonato  é bastante significativa, superior a 100 pontos após nove etapas.

“É da mesma equipe. Acho que o respeito tem de ser melhor. No caso deles, eles também estão disputando o campeonato. Na hora que eu vi o que aconteceu na corrida passada, achei que tinha sido coisa de corrida. Depois, analisando melhor, vi que o Rosberg passou um pouco do limite. Mas acho que, se eles não fossem do mesmo time, ninguém estaria falando nada. Todos iriam dizer que tinha sido uma batalha incrível na última volta. Por serem companheiros, vira essa bomba”, opinou o piloto brasileiro, ouvido pelo UOL Esporte em Silverstone, onde disputa a décima etapa do campeonato neste final de semana.

“A gente não pode esquecer que é a disputa do campeonato. Sabemos que é importante para a equipe ter o máximo de pontos para chegar na frente das demais.” “Mas para a Mercedes perder o campeonato precisa acontecer alguma coisa muito séria. Não vejo motivo deles travarem essa luta olhando pelo lado do esporte. Afinal, o que as pessoas querem ver é essa luta, que vai trazer mais audiência para a F-1 até a última corrida do ano.”

Os chefes de equipe concordam com o piloto brasileiro: com tanta vantagem, a Mercedes pode se dar ao luxo de liberar a disputa entre seus pilotos.

“Eu gosto desta batalha”, disse Gunther Steiner, dirigente da Haas, também ouvido pelo UOL Esporte em Silverstone. “A Mercedes está dominando e é claro que nesse nível tão alto as paixões falam alto, mas é um problema de luxo que eles têm: eles estão ganhando tudo. Não é uma questão deles estarem lutando com uma outra equipe, mas sim internamente. Então não acho que seja difícil de resolver internamente. No final das contas, eles ainda venceram a corrida.”

Tendo passado por situação semelhante nos tempos de domínio da Red Bull, Christian Horner também defende que a Mercedes dê liberdade aos pilotos.

“Acho que eles têm margem suficiente em relação ao resto do pelotão, então por que eles precisam de ordens de equipe?”, questionou. “Essa rivalidade gera interesse na Fórmula 1, é boa para a categoria ter companheiros de equipe que não são os melhores amigos.”

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, diz que busca um meio termo na maneira como está gerindo a situação, pois sabe que a rivalidade ajuda a colocar a Mercedes em evidência. O alemão explicou que a equipe só decidiu tomar medidas mais drásticas pelo número de vezes que Rosberg e Hamilton colidiram nas últimas provas.

“Entendo completamente este ponto de vista. Acho que tivemos mais visibilidade devido à controvérsia. Meu trabalho é garantir vitórias e campeonatos da maneira menos danosa possível para a Mercedes-Benz. Se os pilotos batem três vezes em cinco corridas, já não é mais positivo e está colocando em risco nosso maior objetivo, que é vencer o campeonato. Entendo a importância das manchetes, então não tenho uma missão fácil, pois não quero exagerar no controle dos pilotos.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo