Topo

Fórmula 1

Red Bull planejava brigar com Williams. Mas está perto de bater a Ferrari

Mark Thompson/Getty Images
Imagem: Mark Thompson/Getty Images

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Budapeste (HUN)

26/07/2016 05h35

A Red Bull começou a temporada de 2016 esperando bater a Williams na briga para ser a terceira força do campeonato. Porém, com 11 provas disputadas, o time de Daniel Ricciardo e Max Verstappen está a apenas um ponto da segunda colocada Ferrari, em briga que a equipe pretende levar até o final do ano.

“Na pré-temporada, pensamos que teríamos sorte de estar no top 5, então estar lutando com a Ferrari, a um ponto deles com metade da temporada disputada e tendo vencido uma prova [é mais que o esperado]”, admitiu o chefe da Red Bull, Christian Horner.

“Foi nosso sexto pódio na temporada e ter ambos os carros terminando à frente em suas respectivas batalhas com a Ferrari foi uma grande performance. Sempre confiamos que a segunda metade da temporada pode ser mais forte do que a primeira.”

Horner afirmou que a meta de bater a Ferrari será mantida mesmo que o foco do desenvolvimento do carro esteja começando a pender para a próxima temporada, em que haverá uma grande mudança de regras.

“Temos peças de 2016 a caminho, mas muito do foco já está no ano que vem. Mas também queremos desafiar a Ferrari e garantir que lutaremos com eles até [a última prova] Abu Dhabi.”

Do lado da Ferrari, Sebastian Vettel acredita que a Ferrari só precisa se classificar melhor para conseguir bater as Red Bull. “Acho que fomos muito mais rápidos na Hungria, mas é um circuito em que isso não importa, porque não foi o suficiente para ultrapassarmos. Acho que isso só mostra que, se nos classificarmos mais à frente, teremos uma vida mais fácil na corrida.”

Porém, as últimas três etapas do campeonato demonstraram uma tendência de crescimento da Red Bull frente à Ferrari, com o time somando três pódios e 83 pontos, contra um pódio e 47 pontos da rival.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!