Fórmula 1

Sogra de chefe da Fórmula 1 é libertada de sequestro sem pagar resgate

Nelson Antoine/ Folhapress
Imagem: Nelson Antoine/ Folhapress

Do UOL, em São Paulo

31/07/2016 20h48

A sogra de Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1, tinha sido sequestrada no dia 22 de julho, mas foi libertada neste domingo. Aparecida Schunck Flosi Palmeira, de 67 anos, passa bem. O cativeiro onde ela estava, em Cotia, foi estourado às 18h40 (de Brasília) e não houve pagamento de resgate. As informações são da Rede Globo.

Três horas depois do fim do sequestro, Aparecida esteve na delegacia e falou rapidamente com jornalistas: "só peço para bandidos não sequestrarem mais ninguém em São Paulo porque eles vão presos".

Aparecida é mãe de Fabiana Ecclestone, que se casou com Bernie em agosto de 2012. Ele é presidente da empresa que administra a Fórmula 1. Os dois se conheceram no Grande Prêmio do Brasil em 2009 e hoje moram em Londres.

Nelson Antoine/Folhapress
Polícia prendeu dois suspeitos e procura mais um Imagem: Nelson Antoine/Folhapress

Após sequestrarem Aparecida em sua casa, em Interlagos, os bandidos mantiveram contato com a família dela, primeiramente por WhatsApp e depois por e-mail. Eles pediram 168 milhões de euros (R$ 610 milhões) como resgate. Desse total, parte teria de ser paga em reais (5 milhões) e outra em dólares (5 milhões).

Existem diversos indícios de que o sequestro foi planejado de acordo com informações privilegiadas passadas por pessoas conhecidas aos bandidos. Eles entraram na casa afirmando que iam entregar móveis que Aparecida estava esperando. Quando renderam duas empregadas domésticas, disseram que o sequestro era uma “fita dada”.

Os bandidos saíram da casa no carro de Aparecida, mas ele foi largado na Rodovia Raposo Tavares. Quando a polícia entrou no caso por meio da Divisão Antissequestro, tentou investigar as imagens das câmeras de segurança, mas a família não tinha a senha para passar isso. Então os policiais passaram a rastrear os e-mails que os bandidos mandaram para pedir o resgate. Neste domingo, eles prenderam duas pessoas supostamente envolvidas no rapto e ainda procuram mais uma.

De acordo com a imprensa britânica, o apartamento que serviu de cativeiro para a sogra de Ecclestone foi alugado há três meses por um dos suspeitos. O dono da residência relatou à BBC que não tinha percebido ruídos durante os nove dias que Aparecida ficou detida, mas que tentou ir um dia ao local para verificar as condições de um dos cômodos e acabou impedido pelo inquilino.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
UOL Esporte
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Esporte Ponto Final
UOL Esporte
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo