Topo

Fórmula 1

Olimpíadas do Rio conquistam pilotos da F1: 'Mostramos que somos capazes'

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Spa-Francorchamps (BEL)

26/08/2016 06h00

A Fórmula 1 não tem muito a ver com a Olimpíada à primeira vista, mas três pilotos fizeram questão de marcar presença nos Jogos do Rio de Janeiro - e ficaram muito impressionados com o que viram. Acostumado com eventos de grande porte ao redor do mundo, Felipe Massa elogiou bastante o trabalho feito pela organização. O brasileiro foi ao Estádio Olímpico ver as finais do atletismo.

“O brasileiro tem mania de lamentar e não apoiar nosso país. O que foi falado antes das Olimpíadas deixou as pessoas preocupadas”, lembrou Massa, ouvido pelo UOL Esporte em Spa-Francorchamps, onde se prepara para a 12ª etapa da temporada, na Bélgica.

“O que eu vi no Rio foi um trabalho excepcional, uma organização magnífica que a gente vê em países de primeiro mundo. Tanto para chegar no lugar - e o lugar em que eu fui era em uma favela, andei uns 200m na favela e foi tranquilo. Todo mundo respeitando as filas, os voluntários trabalhando bem. Para mim, foi maravilhoso e mostra do que a gente é capaz no Brasil. Acho que serve para a gente mudar a mentalidade sobre o que a gente é capaz de fazer. Só precisa se estruturar um pouco. Tomara que sirva de exemplo para a gente mudar as outras coisas que precisam ser mudadas no país.”

Felipe Nasr assistiu a várias modalidades, em arenas diferentes, e também gostou muito do que viu.

“Fiquei bem impressionado. Fiquei cinco dias no Rio, acompanhei vários esportes e pude ver a estrutura de perto. Eu nunca tinha ido às Olimpíadas e o ambiente é bem diferente. Essa boa impressão não foi só minha, mas também das pessoas com quem conversei, pessoas que vieram de fora gostaram da organização. Tudo o que eu vi foi bem positivo. Vi vôlei de praia, natação, futebol e tênis. A energia que a torcida coloca é impressionante e é algo que você só consegue ver na quadra.”

Já um ‘veterano’ das Olimpíadas, por conta do relacionamento com a nadadora Emilia Pikkarainen, que fez parte do revezamento 4x400m medley finlandês e ficou na 11ª colocação, Valtteri Bottas gostou de ter aproveitado para conhecer o Rio de Janeiro.

“Eu nunca ido para o Rio, então foi legal. Gostei de ter ido ver os Jogos. Não encontrei o Felipe porque ele foi depois, só fiquei para acompanhar a natação. Então eu cheguei primeiro!”, brincou o finlandês.

A Fórmula 1 não tem muito a ver com a Olimpíada à primeira vista, mas três pilotos fizeram questão de marcar presença nos Jogos do Rio de Janeiro - e ficaram muito impressionados com o que viram. Acostuma","image":{"sizes":null,"height":300,"width":615,"crops":"80x80;142x100;142x200;300x100;300x200;300x300;300x420;300x500;615x300;615x470;956x500;1024x768;1080x810","src":"http://conteudo.imguol.com.br/c/esporte/04/2016/08/25/felipe-nasr-assiste-a-partida-de-volei-de-praia-nas-olimpiadas-do-rio-1472144279332_615x300.jpg","type":"","titulo":"","credito":"Reprodução/Instagram"},"date":"26.08.2016 09h25","kicker":"UOL Esporte - F-1"}}' cp-area='{"xs-sm":"49.88px","md-lg":"33.88px"}' config-name="esporte/esporte.f1">

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!