Fórmula 1

Pai de Massa exalta 'decisão madura e dever cumprido' após anúncio de saída

Arquivo Pessoal
Imagem: Arquivo Pessoal

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Monza (Itália)

02/09/2016 06h00

Foi o próprio Felipe Massa quem revelou a surpresa da família quando falou pela primeira vez sobre sua intenção de deixar a Fórmula 1 ao final desta temporada. “Eles tentaram fazer eu rever minha posição, mas estava decidido”, disse o brasileiro, que anunciou a saída em entrevista coletiva concedida em Monza, onde disputa o GP da Itália neste final de semana.

Ao pai, Titônio, presente no circuito italiano, a exemplo da esposa, Anna Raffaela, e do filho, Felipinho, que assistiram ao anúncio na primeira fila, restou o orgulho pela carreira e pela forma como o piloto de 35 anos tomou sua decisão.

“Além do orgulho, o sentimento é de dever cumprido”, disse Titônio, entrevistado pelo UOL Esporte em Monza. “Ele fez o que se propôs a fazer desde quando começou, com bastante competência e profissionalismo. Isso dá mais orgulho ainda por ter visto o Felipe seguir a profissão que ele escolheu de forma extremamente séria. Estou muito feliz pela decisão madura, que ele tomou sozinho.”

Para o ex-piloto, que correu em categorias de turismo no Brasil, os feitos do filho são muito maiores do que ele poderia imaginar quando Felipe começou a se interessar a seguir seus passos.

“Eu tenho a total noção de que a carreira dele é excepcional. Ter 11 vitórias e correr por oito anos na equipe que é o sonho de qualquer piloto é muita coisa. Eu acho que ele teve uma carreira brilhante. Tenho certeza de que muitos que torcem para ele - no Brasil e fora - se orgulham muito disso”, disse.

“Jamais passou pela minha cabeça que ele chegaria onde chegou. Só vi que ele teria sucesso quando começou nos carros. O kart é muito importante, mas nunca gastei muito dinheiro no kart por que não tinha muito o que gastar, mas também porque tinha certeza de que, quando ele pulasse o muro do kartódromo de Interlagos e fosse para o circuito, ali que a coisa ia começar. Mas naquele primeiro momento eu não me imaginava. Era eu que estava me divertindo na pista.”

Perguntado sobre o futuro de Felipe, Titônio disse não acreditar que o filho ficará muito tempo em casa após o final da temporada da Fórmula 1, em novembro. “Ano que vem ele já vai estar correndo de alguma coisa. Não sei o que, mas é o que ele ama fazer. A competitividade dele não permite que ele participe de algo só para fazer parte. O que ele fizer daqui em diante, será com a certeza de que ele vai ser competitivo.”

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Blog do Carsughi
Esporte Ponto Final
Grande Prêmio
UOL Esporte
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Redação
Redação
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Blog do Carsughi
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
AFP
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Grande Prêmio
Topo